22 dezembro 2011

A REDE GLOBO, A BABILÔNIA E A PÉRSIA

Quando soube da sedução da Rede Globo pensei em escrever alguma coisa, mas lembrei-me que já havia escrito algo. Veja aqui. Agora publico o excelente texto do Bispo Moreno sobre o assunto. Creio que o Bispo Moreno foi muito feliz em suas colocações. Boa Leitura.

A Rede Globo, a Babilônia e a Pérsia

Conheço bem o pastor Gustavo Bessa e a pastora Ana Paula Valadão Bessa. Tive a feliz oportunidade dada por Deus de conviver com eles (embora não tão intimamente quanto eu gostaria) durante muitos anos em Belo Horizonte. Além dessa convivência, tenho para com eles uma dívida de gratidão impagável, devido ao incondicional apoio que me deram em momentos difíceis do meu ministério nas Alterosas. Até onde é possível saber-se isso, sei que são pessoas de Deus, consagradas ao reino de Deus, dedicadas à salvação dos perdidos.

Entretanto, não apoio o envolvimento da pastora Ana Paula com a Som Livre e com a Rede Globo. Primeiro, porque a graça de Deus na vida dela torna desnecessária qualquer ajuda humana e também porque ela sozinha (mas não sem a Graça) já demonstrou ser capaz de juntar centenas de milhares de pessoas para ouvi-la. Deus a tem usado e a Globo não tem nada a ver com isso.

Entendo essa investida da Globo como um laço, uma armadilha. É a velha serpente tentando seduzir a noiva de Cristo – e por “noiva” não me refiro apenas à pastora Ana Paula, mas à igreja do Senhor. A história demonstra sobejamente que toda vez que a igreja capitulou diante dos poderes seculares, os prejuízos para nós foram grandes. Isto, obviamente, nunca impediu – e jamais impedirá – que Deus continue agindo em todas as coisas para o bem dos que o amam e que ele transforme o mal em bem. Como escreveu Jó, os planos de Deus nunca podem ser frustrados. O decreto de Deus foi escrito antes da fundação do mundo e nada pode alterá-lo – e também nada pode ajudá-lo.

O pastor Gustavo escreveu no blog da Ana Paula um artigo intitulado: “A Rede Globo, a Babilônia e a Pérsia”, no qual compara a Globo a Ciro e pergunta se Deus não teria poder para usar a Rede Globo para que a mensagem do evangelho fosse proclamada, o nome de Jesus fosse levantado e a identidade da igreja fosse reafirmada. A única resposta a essa pergunta retórica, é: “Sim, pode”. Claro que pode; mas a questão não é se Deus pode. Será que Deus quer?

No seu artigo, o pastor Gustavo afirma que Ciro não pensava religiosamente, mas sim politicamente. O texto bíblico, porém, me leva a ter outra opinião e, respeitosamente, quero declará-la: “O Senhor, o Deus dos céus, deu-me todos os reinos da terra e designou-me para construir-lhe um templo em Jerusalém, na terra de Judá” (2 Cr 36.23). Ciro sentia ser a reconstrução do templo uma ordem de Deus. A bem da verdade, naquela época remota, não havia essa dicotomia religião-estado que há em nossos dias. Os reis se sentiam emissários divinos, quando não se sentiam deuses mesmo. O versículo anterior declara que Deus tocou no coração de Ciro; em Esdras 1.1, “o Senhor despertou o coração de Ciro”; em Isaías 44.28, Deus nomeia Ciro como “meu pastor”. Além disso, a ação de Ciro foi “para que se cumprisse a palavra do Senhor anunciada por Jeremias” (2 Cr 36.22).

Quanto à Globo, não há nada parecido com Ciro. Deus não deu à Globo, como a Ciro, “todos os reinos da terra” (2 Cr 36.23); não depende da Globo, como dependia de Ciro – humanamente – a reconstrução do templo de Deus. Esse templo, a igreja, está sendo construído sobre a Rocha e as portas do inferno não prevalecerão contra ele. A Globo não tem, dados por Deus, como tinha Ciro, os recursos necessários para a reconstrução. Tais recursos são do Espírito Santo e estão nas mãos da igreja, portanto, nas mãos da pastora Ana Paula e do Diante do Trono.

Se, como escreveu o pastor Gustavo, a intenção da Globo é meramente comercial, porque os milhões de evangélicos se tornaram uma força consumidora, e a Globo tem o propósito de conseguir ganhos de audiência, por que, pergunto abismado, a igreja tem que fazer parte dessa estratégia, fortalecendo essa empresa e dando-lhe condições de continuar veiculando o que de mais imundo existe: adultérios, falcatruas, homossexualismo, prostituição, feitiçaria, mentira, idolatria? A reconstrução do templo em Jerusalém não visava o fortalecimento da Babilônia, mas a sua destruição, ou pelo menos, a destruição do seu poderio.

Se o Senhor Jesus fosse convidado para cantar na Globo, ele iria? Ele nunca se associou com os poderosos de sua época, nunca transigiu diante de suas investidas, nunca cedeu. Ao contrário, ele sempre se posicionou ao lado dos excluídos, dos marginalizados, tanto pelo poder político quanto pelo poder religioso.

A Igreja não precisa da Globo para reafirmar a sua identidade; a nossa identidade nós a temos em Cristo, o Senhor. Além disso, gozando das benesses da Globo (do mundo) nenhum cristão poderá denunciar as suas maldades. A amizade com o mundo é inimizade contra Deus.

Espero que Cristo, que é a Luz do mundo e que como Deus habita na luz inacessível, ilumine a todos os envolvidos nessa saga. No fim, ele será glorificado, ainda que permaneçamos no erro.

(Leia o artigo do Pr. Gustavo AQUI)

+Bispo José Moreno

Fonte: Alem da Letra

12 comentários:

  1. Eu não concordo com as palavras do Bispo.
    Pq não olhamos por outro lado, quantas pessoas estão ligadas na globo, as vezes uma palavra de vida que é ministrada ali uma pessoa pode ser salva, em alguns lugares as redes evangelicas não tem sinal tão bom quanto a globo.
    Não que a igreja de Deus precisa da globo para o reino de Cristo ser proclamado, muitos conhece a historia da quela mulher que não tinha nada para comer e então então um santanista pediu para que alguém levase uma cesta de alimentos para ela, então ela pegou a cesta e agradeceu, ele perguntou não quer saber quem mandou? ela respondeu: não, pq quando Deus manda até o diabo obedece. E que a palavra de Deus seja proclamanda onde quer que esteja um filho dEle.

    Ass: AN

    ResponderExcluir
  2. PARABENS BISPO MORENO, VOCÊ FOI MUITO FELIZ EM SEU ARTIGO. LEMBROU QUE OS VALORES DO ETERNO SÃO ETERNOS.UM GRANDE ABRAÇO DO IRMÃO E COLEGA,
    PR.HÉLIO DE JESUS

    ResponderExcluir
  3. Paulo dizia que se importava que o evangelho fosse pregado, se fosse por porfia ou outras coisas isso não interessava. Claro que a Globo só tem interesse com isso, agora, se a mensagem não está deturpada, não vejo problema com o emissor. Uma adúltera em Jo 4 ganhou uma cidade, os fariseus da época que eram melhores não chegaram lá. Forte abraço!

    ResponderExcluir
  4. Gilda Lima / Wesley Ventura25 de dezembro de 2011 07:36

    Reflexão de profunda valia para nós como cristãos. Creio que nossa observância deve estar além dos fatos. A oportunidade de ver uma empresa/pessoas como a Rede Globo, que sempre evitou menções aos cristãos e quando feitas, sempre descuidadas, agora abrir espaço para esse mesmo público, provoca no mínimo, desconfiança aos mais atentos.
    No entanto, como em outro comentário, se a mensagem não está deturpada, por que não usar o espaço?
    Ou, ainda que pensemos que tenhamos sido usados em favor de seus interesses,por que não pensar que ela teve que se dobrar diante do tamanho da igreja?
    No entanto, vejo que o maior risco está na sequência dessa relação. É preciso sensibilidade e discernimento para compreender que muitas parcerias não acontecem por diferenças entre as partes nas questões de princípios, valores e ética.E, muitas vezes, para algumas parcerias acontecerem alguém acaba abrindo mão de seus valores em favor de alguns milhoes.
    Este, não pode ser o nosso caso!

    ResponderExcluir
  5. Este evento lembrou-me uma frase que li no blog do Ciro S. Zibordi, referente a um post sobre heresias:
    "o mal misturado com o bem é pior do que o mal declarado."

    Joab Barros

    ResponderExcluir
  6. Verdade é que alguns pregam a Cristo até por inveja e contenda, mas outros o fazem de boa mente;

    estes por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho;

    mas aqueles por contenda anunciam a Cristo, não sinceramente, julgando suscitar aflição às minhas prisões.

    Mas que importa? contanto que, de toda maneira, ou por pretexto ou de verdade, Cristo seja anunciado, nisto me regozijo, sim, e me regozijarei;

    porque sei que isto me resultará em salvação, pela vossa súplica e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo,
    Filipenses 1:15-19

    ResponderExcluir
  7. Então...

    O texto do Pr. Gustavo Bessa até parece bem convincente... Só que há uma pequena e fundamental diferença: Deus usou Ciro para tirar o Seu povo do meio da Babilônia, não pra misturá-lo a ela, como tem acontecido com essa secularização (principalmente) dos cantores evangélicos.

    [Eu deixei esse comentário lá, no dia em que li o texto, mas é claro que não será publicado. Ele não apoia essa loucura. Se eu também tivesse postado um comentário massageando o ego desses irmãos que estão perdendo o Alvo, certamente estariam até orando por mim...]

    Concordo com as palavras do Bispo José Moreno, e também não vejo o evangelismo do Senhor Jesus acontecendo por meio de eventos assim. Apenas um jogo de interesses dos envolvidos e até muita ingenuidade de quem se envolveu nisso pensando o contrário.

    Só mais uma observação: Nos sites apologéticos que tenho visitado nos últimos dias, vi muitos comentários dos irmãos "ingênuos" se apoiando em Filipenses 1.15-18, como justificativa para que os cristãos façam bom uso das esmolas da Globo para pregar o Evangelho.

    Mas os filhos de Deus não precisam de esmolas de ninguém para pregar o Evangelho. Eles se apoiam no poder de Deus e este o Senhor usa para, de fato, expor Sua Palavra, quer queiram ouvir, quer não (Ezequiel 2.4-8). Nem Jesus, nem João Batista, nem nenhum outro discípulo do Senhor se preocupou em cantar, dançar ou encenar, só porque as pessoas não queriam ouvir a Palavra. Eles simplesmente pregaram a Palavra e ela não voltou vazia. Antes, sempre deu seu fruto, às vezes em quantidades maiores, às vezes em menores, mas sempre cumpriu o interesse do Senhor.

    E vez disso, o que vimos com esse evento foi puramente entretenimento e ambição maligna. Fosse realmente para pregar o Evangelho, os crentes envolvidos teriam, no mínimo, exigido a exibição da Palavra pregada entre os louvores, como condição para participar do evento, pois só a Palavra é que alcança os corações carentes (Hebreus 4.12) e lhes convence acerca de Cristo.

    Paz do Senhor.

    Elaine Cândida

    ResponderExcluir
  8. Acho que o Bispo Moreno foi feliz em seu texto, alertando o verdadeiro Corpo de Cristo sobre o que vem acontecendo nas igrejas ultimamente.
    Sou membro e freqüentei uma grande igreja em Belo Horizonte durante 12 anos e acompanhei, com o passar dos anos, como aos poucos eles vão se vendendo e destorcendo o que pregavam..
    No início da minha caminhada, pregavam contra a Globo, hoje fazem parte de uma empresa da Globo.
    Pregavam contra cantores evangélicos que davam autógrafos e pediam aos membros para não pedirem autógrafos à ninguém, pois isso era idolatria, hoje, têm tardes de autógrafos de seus cantores nas dependências da igreja para seus membros e visitantes.
    Pregavam contra os vendilhões do templo e hoje, seus pastores são donos de grifes de roupas, gravam CD’s e ainda anunciam seus produtos em pleno púlpito durante os cultos.
    Pregavam contra os falsos profetas, hoje vendem horários em seu canal de televisão para pessoas como o Sr. Valdemiro Santiago e seu circo de “milagres”.
    Estão preocupados com a quantidade de membros e não com a qualidade.
    E não pára por aí.
    Será que o que vale agora é o TUDO POR DINHEIRO?
    Por tudo isso e muito mais, pois aqui não dá para descrever tudo, perdi a credibilidade na instituição. Sei que ainda existem pessoas bem intencionadas nas lideranças, porém, este tipo de líder está ficando cada vez mais difícil de encontrar.

    ResponderExcluir
  9. Paulo Emanuel Doro Pereira8 de janeiro de 2012 08:11

    Gostei de ambos os artigos, do Bispo Moreno e do Pr Gustavo.
    Mas, uma pergunta me inquieta: -"Balaão mudou de postura, quando Balaque lhe mandou mais mensageiros que na primeira investida. Primeiro, ele havia dito que não iria. Depois mudou de opinião e foi. No hebraico, a Bíblia diz que o Anjo do Senhor se tornou o Satã no caminho de Balaão. Será que o número de mensageiros que a Globo mandou ao Diante do Trono não influenciou a postura dos irmãos?
    A outra pergunta decorrente desta: -"Será que o Anjo do Senhor continua sendo o Anjo do Senhor para a turma do Diante do Trono, ou tornou-se o Satã e está enganando a eles e aos outros?"

    ResponderExcluir
  10. Bem
    Aceitei a Jesus aos oito anos e meio de idade convidada pelo Espírito Santo através de uma canção entoada por crianças, que em sua letra dizia: Se o Espirito de Deus se move em mim, eu canto, eu toco, eu danço,eu choro,eu luto e eu vençocomo o Rei Davi. Minha alma se alegrou em Deus nesse louvor, e naquele momento senti o chamado de Deus para esse ministério, entendendo como criança o que podia fazer para adorar ao Senhor em Espírito e em verdade.
    Sim eu canto, eu toco, eu danço, eu choro,eu luto e eu venço como o Rei Davi tocada pelo Espírito de Deus.
    Mas não posso me esquecer que a essência é a presença de Deus, que a glória é pra Deus, que toda a honra, todo o louvor, é para engrandecer o nome de Jesus, não o meu. Se canto bem, quem fez isso? Se toco bem, quem me deu o dom? Não podemos nos esquecer que tudo que somos, o somos porque o Grande Deus nos fez.
    Estudei canto lírico e regência, toco desde os 09 anos e desde os 13 anos toco em filarmônicas, orquestras e corais. Contudo tenho plena consciência de que se algo sei, só o sei por causa do Pai das Luzes.
    Quero adorá-lo da melhor maneira possível. Não preciso de palco e sim de altar de adoração, não preciso de platéia e sim de igreja de Cristo.
    Chamar a atenção pra mim? Creio que meu Deus é infinitamente maior, sou apenas um canal de glorificação do seu nome.
    Talvez alguém diga: é apenas uma cantorinha de Igreja! Mas rejeitei muitas propostas contrárias ao que realmente Deus quer como adoração.
    Meu nome era Nilma Aparecida de Carvalho e Silva, por conta de uma promessa inocente feita por minha mãe no tempo de ignorância da palavra de Deus. Mas Deus me deu o grande privilégio de mudar esse nome ao me casar pra Nilma Carvalho de Jesus. Paguei por isso? Nenhum centavo.
    Fico muito triste em assistir coisas desse tipo. Gosto de dançar na presença de meu Deus. Mas tudo com decência e ordem.
    É preciso ouvir a palavra de Deus, mas acima de tudo praticá-la.
    Se me achar melhor que qualquer cantora ou cantor já estarei me corrompendo. Mas deixo aqui minha observação pra quem realmente quer adorar a Deus verdadeiramente.
    É preciso amar, praticar a palavra, renunciar a carne todos os dias, não murmurar, perdoar, tudo isso está incluso na prática da palavra de Deus. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem INSENSATO, que edificou a SUA CASA SOBRE A AREIA; Mateus 7:26
    Somos o templo do Espírito Santo, ou seja, nesse templo oferecemos nosso sacrifício vivo, somos um templo ambulante e precisamos não envergonhar o Espírito de Deus, onde quer que estivermos.
    Se no nosso templo tem fogo estranho, passou da hora de revermos nosso conceitos e reparar nosso altar.
    Será que eu e você somos sensatos? Edificamos nossa casa sobre a Rocha que é Cristo?
    CUIDADO A CASA PODE CAIR!! ORA, OLHA E VIGIA.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Luiz Fernando!
    Este tema me faz lembrar de uma música de uma banda séria no compromisso com Deus, que retrata sobre o que diz este tema.

    Tolerância zero
    Equilíbrio zero
    A vontade solta fez nascer a escravidão
    Nosso mundo passou a girar atrás das grades
    Hoje nada fere o coração
    Vivemos como cães
    Que não ligam pro que é sagrado
    Como porcos pisam pérolas
    Em chiqueiros perfumados
    Desprezamos Quem nos fez
    E do que Ele é capaz
    Viciamos em desculpas que não nos servem mais
    Perdemos o controle, a doença se espalhou
    A vontade solta, a arrogância nos dominou
    Ninguém pisou no freio
    Será que temos chance?
    A velocidade aumenta e o sinal ainda está vermelho
    O desespero não consegue acrescentar um dia
    Sempre perde quem tentar
    Salvar a própria vida
    Fizemos de tudo para roubar o lugar de Deus
    Inventamos vários deuses pra servirem o nosso eu
    Desprezamos Quem nos fez
    E do que Ele é capaz
    Viciamos em desculpas que não nos servem mais
    Perdemos o controle, a doença se espalhou
    A vontade solta, a arrogância nos dominou
    Música: Vonte Solta Banda:Fruto Sagrado

    ResponderExcluir
  12. Concordo com as palavras do Bispo.
    A Rede Globo (tv do Anticristo), não ten nenhum intersse em propagar os as cisas do esvangelho de cristo, mas sim misturar a igreja
    com o paganismo mundial e nacional.
    As coisas de Deus são santas e não tem nada há ver com estes shous gospel. Por isso
    os cristãos verdadeiros que adoram ao senhor devem se afastar das doutrina dos balaãos e não participar dos banquetes oferecidos aos idolos e da carne como tammbem da prostituição religiosa.

    ResponderExcluir