21 julho 2010

TUDO PARA ELE

TUDO PARA ELE

Fp. 1:20 “Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido, antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte”.

O Senhor Jesus pede de nós nada menos do que o melhor que possuímos. Esse melhor implica no tudo que temos, somos ou seremos. Essa entrega deve ser consciente e vigorosa.Quando não lhe entregamos o que nos pede, sentimo-nos envergonhados.

O apóstolo Paulo diz neste versículo: “Minha determinação/vontade é a de dar tudo para Ele”. Fazê-lo é uma questão de rendição voluntária, determinação da vontade. É uma entrega irrevogável de tudo aquilo que Ele nos pede. Essa determinação irrevogável nos levará a aprofundarmos nosso relacionamento com Deus. Se estou decidido a viver absoluta e inteiramente para Ele, cumpro Seu propósito e então experimento a boa, perfeita e agradável vontade de Deus. O apóstolo Paulo estava decidido que nada o impediria de ser e fazer exatamente tudo aquilo que Deus queria. Muitas vezes nos apegamos a coisas, pessoas ou circunstâncias que nos amarram a um estilo de vida tenso e estressante. Muitos acham que são donos daquilo que lhes veio às mãos e assim sofrem muito. Uma das grandes causas do sofrimento humano está no apego. Quanto mais apegado estivermos à pessoas, bens etc. maior será nosso sofrimento quando alguma parte nos for tirada ou delas formos privados.

Muitas vezes a ordem de Deus provoca uma crise em nossa vida. Se não fosse assim, com certeza, não entenderíamos ou mesmo nos preocuparíamos com ela. Ele então lança mão de uma crise e ai somos forçados a tomar uma decisão. Decisão contra ou a favor e neste momento nos encontramos em uma encruzilhada. A melhor maneira de vivermos com qualidade é reconhecermos aquilo que o apóstolo Paulo nos diz II Cor. 6:10 "como entristecidos, mas sempre nos alegrando; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, mas possuindo tudo".

Se você passa por uma crise, em qualquer aspecto de sua vida, então renda sua vontade a Ele, de forma resoluta e irrevogável. Ele vai orientá-lo e abençoá-lo profundamente.

Nestes momentos de decisões não cabe lutar contra Deus, mas nos rendermo a Ele.

Nestes momentos deixe Jesus ser o Senhor de sua vida e Ele o conduzirá às águas tranqüilas.

Cristo deve ser engrandecido em nós tanto na vida como na morte.

Soli Deo Gloria.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza


10 comentários:

  1. "Quanto mais apegado estivermos à pessoas, bens etc. maior será nosso sofrimento quando alguma parte nos for tirada ou delas formos privados".
    Que profundidade de argumentos. Sendo assim, quanto mais nos apegarmos a Deus, mais teremos das suas promessas, e jais seremos confundidos. Me sinto profundamente abençoado com esta mensagem. Um abração, Pr.Luiz Fernando.
    Do seu irmão, amigo e admirador, Pr.Silvio Fernandes.

    ResponderExcluir
  2. Meu amado Papa, graça e paz.

    A maioria das vezes nos encotramos no caminho da vida procurando sempre em quem podemos dar o melhor de nós e esquecemos que Êle esta tao proximo da gente.Mas, a nossa preocupção é nos apegar as coisas que só nos traz alegria momentania, o que vale esta alegria? É apenas momentania, ela passa como um raio e quando procuramos já não existe. É porisso que devemos nos lembrar e buscar as coisas eternas que são as promessas de Deus para nossa vida e assim não correremos tantos riscos de infelicidade.Tudo que nós apegarmos aqui nesta terra, pode nos decepcionar, mas as promessas de Deus, estas são eternas e é com elas que teremos a maior alegria da vida. Busque-as.Um abraço meu Pastor e que Deus continue te abençoando.

    ResponderExcluir
  3. Pr. Luiz Fernando,

    Paulo diz que Cristo é tudo, e em todos [Cl 3.11], no caso, nós. Acontece que um irmão ou outro se julga no direito de ter um pedacinho de si mesmo em Cristo. Em outras palavras, quer manter a todo custo algum controle ou resquícios da sua velha natureza. Porém, o que o Senhor nos diz é para nos despir do velho homem e nos vertir "do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou... como eleitos de Deus, santos e amados" [Cl 3.9,10,12].

    Enquanto isso não acontecer, parafraseando Paulo, é como se tivéssemos tudo, não possuindo nada.

    Forte abraço!

    Cristo o abençoe!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom pastor , quando tiver oportunidade visite o meu blog http://refletindocristo.blogspot.com/
    fique na paz.

    ResponderExcluir
  5. A paz do Senhor Jesus !
    Pastor, que mensagem edificante, que o Senhor Jesus derrame bençãos incontáveis sobre o senhor e seus familiares. Creio que a única maneira de não olharmos as circunstâncias e ter uma vida de oração, adoração e de agradecimento.
    No amor de Cristo

    ResponderExcluir
  6. Prezado colega Pr. Sílvio,
    se existe alguém a quem nos devemos apegar esse alguém é o Senhor Jesus. Que nos conceda a graça de estarmos presos a Cristo constantemente.
    Um abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  7. Prezado colega Pr. Hélio,
    realmente o apego às coisas terrenas nos confunde e frustra hodiernamente. Sua colocações são verdadeiras.
    Um abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  8. Prezado irmão Jorge,
    a rendição é o caminho da vitória. Lutar contra Deus não é inteligente, mas com Deus é sabedoria.
    Um abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Jeanderson por sua visita. Seu blog está muito bom e com conteúdos relevantes.
    Deus o abençoe
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  10. Prezada irmã Rosângela,
    obrigado por sua visita e comentário. Deus a abençoe ricamente.
    Um abraço
    Em cristo

    ResponderExcluir