24 janeiro 2012

QUEM NÃO SE ENVERGONHARIA?


Posto este texto do Pr. Vanderlei Miranda. Texto oportuno e bem vindo.

.Fico pensando o quanto vivemos em um País hipócrita, onde os meios de comunicação não respeitam ao texto constitucional, no que se refere a lei 8389/91, em seu artigo segundo, letra I, onde diz que a televisão tem por dever fazer a "defesa da pessoa, da família de programas ou programação de rádio e televisão que contrariem o disposto na Constituição Federal".
Nossa constituição é clara quando fala de valores familiares, assim tambem está no ECA-Estatuto da Criança e do Adolescente.
Falando de estupro.
O dicionário Aurélio assim define estupro: Substantivo masculino. "O crime de constranger alguém ao coito com violência ou grave ameaça; violação".
É exatamente isso que a TV Globo faz com os lares do Brasil e do mundo, jogando todo este lixo importado chamado BBB em nossas casas. Violando a intimidade das famílias, com o poder do controle remoto, muitas vezes sem o controle dos pais e o pior, em alguns casos incentivados pelos mesmos.
É um absurdo falar em estupro no meio de um grupo, cuja principal ocupação é o sexo explícito, sem pudor, exibicionista, não foi à toa que alguns desistiram antes de entrar naquele inferninho, outros depois de estar lá dentro, estes foram tomados de um lampejo de moral e não se deixaram entorpecer pela possibilidade de ganhar alguns míseros e amaldiçoados reais.
Lembro-me de que, quando era criança, lá no interior existia a tradicional "zona de prostituição", em minha cidade era chamada de "Pitengo", crianças só podiam passar por aquela rua acompanhados dos pais ou correndo, sem olhar para os lados. Hoje, a "zona de prostituição" está dentro de nossas casas, milhões de pessoas assistindo aos "heróis" de Pedro Bial numa verdadeira orgia televisiva, convém lembrar que a definição de "herói" no Aurélio" é: Substantivo masculino.
1.Homem extraordinário pelos feitos guerreiros, valor ou magnanimidade.
2.Protagonista de obra literária.
Onde está o respeito aos verdadeiros heróis e valores familiares? O que existe de educativo num programa como este? Veja que um dos compromissos das emissoras é com a produção educativa.
Ensinar prostituição, alcoolismo, fornicação, traição, relações sexuais explícitas e ilícitas, isso é educativo?

Pensem bem.
Os jornais de hoje (19/01/2012) estão trazendo a notícia de que o Ministério das Comunicações está querendo suspender o programa. O dever do MC é o de banir este programa da tv, não suspender. Nossas crianças estão aprendendo desde cedo que transar é uma coisa muito normal e banal. A precocidade deste "ensino" está levando milhares de adolescentes e jovens a experimentar uma gravidez precoce e irresponsável, sem falar nas DST´s (doenças sexualmente transmissíveis).
O que esperar do comportamento de pessoas após uma "festa" regada a álcool? Que se ajuntem para orar, para discutir temas de relevância? Perdoem-me pela ironia. É claro que o álcool é o combustível das tragédias humanas, e ele está sendo oferecido fartamente naquele lugar.
Não estou aqui fazendo a defesa do moço que foi expulso da "casa" por suposta prática de estupro, mas quem deverira ser expulso é o senhor Pedro Bial e toda a equipe que produz e leva ao ar estas obscenidades (que fere o pudor, impuro, desonesto) e insanidades. Esta verdadeira gaiola de loucos e loucas, pervertidos, despudorados, chamada de "casa", é mais um desrespeito ao conceito de casa.
Uma das definições do "Aurélio" para "casa" diz: "Lar, família", portanto o nome apropriado para aquele lugar é "prostíbulo", assim tambem define o "Aurélio": "Prostíbulo, lugar de prostituição".
Para encerrar, quero deixar para meditação as palavras do rei Davi, que creio, foram escritas depois de viver sua experiência "Big Brother" (2 Samuel 11:1-2), ao chegar em casa e do terraço ver o banho exibicionista de Bate Seba, no jardim de sua "casa". Ele diz no Salmo 101: Portas a dentro de minha casa terei coração sincero... não porei coisas torpes diante dos meus olhos.

Autor - Pastor Vanderlei Miranda. (Recebido por email)
Alguns termos foram acrescentados e outros alterados para melhor compreensão. Estes termos estão destacados no texto.

Soli Deo Gloria

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

8 comentários:

  1. A Paz do Senhor Pr. Luiz Fernando!

    O blog FORÇA PARA VIVER está de parabéns por este brilhante texto que, creio eu, muitos de nós gostaria de ter escrito. Um brado de alerta, de CHEGA, de tanta imundícia em nossos meio de comunicação, dentro de nossos lares, levando muitos jovens e crianças a um modo de vida inconsequente e descompromissado com os princípios de moral e éticos que qualquer cidadão de sã consciência preza e prima pelo uso habitual em lares bem constituídos.
    Mais uma vez PARABÉNS! e que Deus vos abençoe.
    Aceite um abraço deste seu irmão e amigo...

    Pr. João Q. Cavalheiro
    www.aramasi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Pr. Luiz Fernando,

    há uma política claramente perpetrada no mundo para "erradicar" o Cristianismo bíblico, de forma que, tudo o quanto foi defendido historicamente como valores cristãos tem sido atacado, e produzido um falso cristianismo. O pior é que muito dessa estratégia maligna vem de dentro da igreja, na forma de consentimento, de aceitação do mundo. O que me leva a questionar: qual o tipo de fé de um cristão que assiste esse e tantos outros programas na tv aberta e à cabo que desprezam e zombam do Evangelho? Apologizando o mal e o pecado?

    Desculpe-me, mas essa indignação do pr. Miranda parece-me igualmente hipócrita, pois ele é um político, cujo partido é aliado e aprova todas as investidas do governo PT contra a moral, a família, a sociedade... Vide o kit-gay e apologia sexual nas escolas, promoção do homossexualismo, aborto, leis que retiram dos pais o direito de educar e disciplinar os filhos, etc. Ele deveria, primeiramente, se indignar com o seu partido. Direcionar o seu ataque à Globo parece-me o mesmo que desviar o foco da atenção, que vai muito além de um programa baixo entre tantas baixarias que o Brasil é capaz de produzir.

    Do mesmo jeito que as tvs têm o respaldo do governo para persistir e insistir em propagar seus programas de governo em troca de imensas somas retiradas do bolso do contribuinte para a publicidade, há um grande números de cristãos que votam e defendem-nos como se fossem organismos sacro-santos; o último bastião da moral.

    A Bíblia nos ordena a ser sal e luz onde estivermos, então, primeiro, devemos iluminar ao nosso redor, e depois nos preocuparmos com as trevas mais distantes.

    Penso que esse escamoteio é mais uma autojustificação do que propriamente um desejo de se empenhar e lutar contra as forças do mal.

    A verdade é que vivemos uma geração em que os crentes têm, cada vez mais, se adequado aos valores mundanos, e a replicá-los em suas vidas. Como está escrito: o meu povo foi destruído por falta de entendimento. E a razão está aí: muitos querem honrar a Deus simplesmente com os lábios, enquanto suas vidas, em nada ou quase nada, honram-no.

    Crentes que assistem porcarias como essas, séries e novelas e programas de auditório igualmente porcos como esses [e não é exclusividade da Globo] deveriam questionar a sua fé e conversão, seja lá o motivo que o leve a ligar a tv. Pois, infelizmente, estamos sendo educados a "desconstruir" os valores bíblicos em nossas mentes, e ocupá-los com o pecado, mais vil e baixo, que o homem já produziu.

    Tirar do indivíduo o dever de zelar pelos valores morais bíblicos não é correto; é lançar uma cortina-de-fumaça sobre a questão. Se os aparelhos de tvs fossem desligados, tais produtos não seriam consumidos. E consequentemente as TVs teriam de produzir algo que interessasse ao público. Se cada indivíduo se preocupasse consigo mesmo e sua própria condição diante de Deus e do próximo, muita coisa grotesca e bizarra e nojenta não entraria nos lares e mentes, corrompendo-as. Não adianta nada demonizar a Globo, Record e congêneres se o diabo está dentro de cada um [na forma de pecado].

    Grande e forte abraço, meu amigo!

    Cristo o abençoe!

    ResponderExcluir
  3. De uma forma geral concordo com o texto do Pr. Vanderlei Miranda.
    O que me chama a atenção, é que quando a Globo fez o Festival Promessas, diziam que a emissora estava ajudando a alcançar vidas, como se não soubessem que o interesse desta e de sua gravadora era, e é, única e exclusivamente o amor ao dinheiro.
    Agora, por causa única e exclusivamente do BBB a rede de tv passa a ser um pedaço do inferno.
    Com escreveu em um post acima o Jorge Fernandes Isah: "essa indignação do pr. Miranda parece-me igualmente hipócrita".
    Grande Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz! Me perdoem o radicalismo, mas às vezes me dá saudade da época que os pastores falavam que a TV era do diabo e proibiam todos de assistir. Hoje ninguém filtra mais nada e até os cristãos estão vendo esse caminhão de lixo descarregar essa imundícia na sala deles. Fora Big Brother Brasil! Como diz o Sl 101 não porei coisa má diante dos meus olhos! Meu big Brother é Jesus!!!! Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  5. Pastor luiz fernando,eu concordo plenamente com o que foi dito pelo irmão,que escreveu o texdto e me lembro o que me foi dito por um pastor ingles na sala de minha casa a alguns anos:"pastor geraldo daqui a alguns anos vamos ter que que optar com respeito a tv entre te-la ou não". para mim ess tempo chegou.

    ResponderExcluir
  6. Para mimesse não é o tipo de programa recomendado para ir ao ar. Ta maioria dos adolecentes, e crianças já ficam anciosos para chegar logo a hora desse programa. Agora já imaginou o que pode passar na cabeça desses adolescentes e das crianças? É o tipo de programa que não devia nem ter na TV. e os pais é melhor moderar seus filhos de assistir esse BBB.

    ResponderExcluir
  7. ISSO É UM CLAMOR!!!!!
    ATENÇÃO EVANGELICOS, VAMOS LEVANTAR UMA CAMPANHA UTILIZANDO TODOS OS MEIOS E RECURSOS POSSIVES E BAIXAR A AUDIENCIA DA GLOBO, SE A GLOBO TEM 40% DA AUDIENCIA NO BRASIL, SOMOS MAIS QUE 40%, AMIGOS PASTORES INSIRAM A REDE GLOBO EM SUAS MENSAGENS NOS CULTOS DE SUA IGREJA, USA A NET, OUTDOOR, PANFLETOS, VAMOS ACABAR COM ESSA IMORALIDADE EM NOSSO PAIS, NAO BASTA TIRAR DA NOSSA CASA, TEM QUE SAIR DO PAIS, ELES PRECIZAM MUDAR SUA PROGRAMAÇÃO OU ENTAO FECHARÃO AS PORTAS.

    ResponderExcluir
  8. Deus vos abençôe muito, muitissimo!
    O meu comentário é um conselho: Façam como nós aqui em casa...vejam sómente o Jornal de Notícias e deixe a TV descansar. Assim tambem descansamos de ver tanta coisa má.
    Somos contra o que passa nos canais televisivos, mas ligamos a TV.Eu só sei sobre este tipo de programa, quando leio estes artigos. Há muita coisa boa, sana e santa para fazer, ouvir,ver e cuidar...Glória a Deus por isto!
    Claudicéa.

    ResponderExcluir