20 setembro 2011

A IMBECILIZAÇÃO DA IGREJA - UNÇÃO DO EMAGRECIMENTO E DO ESQUECIMENTO

Como o caso saiu em jornais de Minas Gerais e tornou-se público não pude deixar de perceber que quanto mais Deus é desrespeitado juntamente com Sua Palavra maior é o nível de imbecilização do Evangelho. Não teço opiniões sobre pessoas já que não conheço o pastor da reportagem, mas questiono comportamentos. Veja a matéria aqui que saiu nos jornais.

Após contatos com vários pastores da Cidade de Governador Valadares (MG), fiquei sabendo das aberrações perpetradas por alguns líderes de igrejas neopentecostais. Soube que existem desde kits completos para campanhas até a prática de unções exóticas que são praticadas nas igrejas.

Na reportagem citada o pastor ora para que as pessoas emagreçam e unge pessoas para que esqueçam seus passados tenebrosos, a chamada unção de Manassés. Vamos ponderar alguns pontos:

1 – O Evangelho do Senhor Jesus Cristo não tem como escopo nem como apêndice tais sandices praticadas pelo referido pastor da reportagem e por outros que no mínimo são totalmente analfabetos de Bíblia e teologia. O Evangelho por natureza é mensagem de salvação e perdão de pecados. Cristo não morreu na cruz do Calvário com o fim de promover estas aberrações. Ele cumpriu o plano de Deus e este plano primariamente era resgatar o homem de sua condição de inimigo de Deus. Qualquer outra proposta para o Evangelho do Senhor Jesus Cristo é outro evangelho, outra mensagem e não encontra nenhum amparo nas Escrituras. Paulo chega a dizer em Gal. 1:6-9 “Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; 7 O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. 8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. 9 Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema”.

2 – Estas práticas absurdas somente apontam para um total sincretismo religioso. Essa mistura de pseudoevangelho com práticas xamanistas descaracteriza completamente o santo Evangelho de Cristo. A igreja foi chamada para preservar a pureza do Evangelho e lutar pela fé que uma vez foi entregue aos santos. Cabe aos pastores e líderes a incumbência de extirpar as misturas do meio cristão, denunciando com firmeza a avareza dos homens que na busca por projeção e dinheiro sacrificam a mensagem do Evangelho, sacrificam o bom nome de Cristo e atestam suas sórdidas intenções. Quando alguém se propõe a fazer o que a reportagem disse, somente nos resta dizer que vale tudo no meio gospel em nome de Deus. Aqui os fins justificam os meios. Não encontro na Palavra de Deus nenhum tipo de indicação que o Espírito Santo faça estas coisas descritas na reportagem. Não encontro padrão bíblico para orar pelas pessoas e depois soprar sobre elas para que estas sejam abençoadas. São praticas estranhas à Palavra e que induzem ao erro.

3 – As práticas exaradas na reportagem mostram como as lideranças desconhecem a obra do Espírito Santo. Tudo que ocorre no meio neopentecostal, por mais estranho que pareça e mais absurdo possível, é atribuído ao Espírito Santo. Não estou dizendo que o Espírito de Deus tenha que ser formatado dentro de nossos padrões culturais, doutrinários e sociais, mas é preciso um retorno a Palavra e à teologia para sabermos que essas práticas evidenciadas na reportagem são anti-bíblicas. O Espírito Santo não age desconhecendo a revelação que Ele próprio nos proporcionou através das Escrituras Sagradas. A finalidade do Espírito Santo é nos revelar a suficiência de Cristo, a magnitude de Cristo como Senhor e Salvador e nunca emagrecer pessoas. Quando lideranças desconhecem os ensinos sobre a Pessoa e a Obra do Espírito, passam a se basear em achismos e sentimentos que nada honram a Cristo, somente trazem o escárnio do mundo.

4 – Uma falta de conhecimento de Bibliologia e uma apropriação indevida de exemplos do Antigo Testamento são as marcas de igrejas imaturas e fracas. Tais comunidades estão cheias não porque possuem um ensino sólido e relevante, mas por apelam para as emoções e contam com o despreparo de seus membros doutrinariamente.

As práticas da reportagem mostram que tais líderes desconhecem que a revelação de Deus é proposicional e progressiva. Paulo nos alerta na carta aos Coríntios que o que aconteceu com o povo de Israel foi para nosso proveito e que precisamos ver estes exemplos e não errarmos como eles erraram. Não podemos buscar exemplos no Antigo Testamento e aplicá-los agora com todos seus detalhes como se mais 4000 anos de história nada significassem. A tão falada unção de Manassés (ou hoje em dia: unção do esquecimento) está baseada em Gn. 41:51 “E chamou José ao primogênito Manassés, porque disse: Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho, e de toda a casa de meu pai”. Veja que atrocidade tais líderes cometem contra a Palavra. José ao dar o nome de Manassés a um de seus filhos somente expressava o favor de Deus. Deus o havia feito esquecer seus dias de amargura e tristeza e mesmo as decepções com a casa de seu pai. Esquecer aqui no texto de Gênesis segundo Von Rad, pode significar não tanto que ele esquecera a sua família anterior, com que agora seu filho preencheria o vácuo atormentador de seu coração. Também pode significar que José queria esquecer completamente seu passado e o escritor de Gênesis mostra a fraqueza do comportamento de José. Parece que José não seguia a trilha correta, pois, ao assumir o poder no Egito não faz nenhuma menção à sua família. A chegada de seus irmãos serviu como uma oportunidade de José resgatar seu passado que ele corria o perigo de perder.

Vale lembrar que nosso passado nunca vai ser apagado de nossas mentes. Enquanto vivermos ele nos acompanhará e servirá de base para nossas experiências presentes. Orar para que Deus nos faça esquecer nosso passado é um contrassenso. Nossas experiências passadas devem servir como base para nosso futuro. Corrigimos erros e sedimentamos acertos, mas esquecer somente o que de ruim aconteceu é algo antinatural e estranho ao processo de viver. Para mim essas unções exóticas em nome de Deus somente significam embustes e subterfúgios para tirar dinheiro do povo despercebido.

5 – Por último destaco a total inadimplência dos líderes que presenciam estas aberrações nada dizem. Acham que ficando calados as coisas não piorarão. Lembro aos colegas da cidade de Valadares que o mal impetrado por lideranças tacanhas chegarão às suas igrejas e que o estrago feito chegará ao ponto de não ter mais conserto. Parafraseando Martin Luther King o que me incomoda não são as aberrações de homens sagazes, mas o silêncio dos homens de Deus. Este silêncio presta um desserviço ao Reino de Deus. Esse silêncio aponta para a conivência com tais aberrações. É chegada a hora de agir e reagir a tais comportamentos. Tais ações e reações não significam dividir o Reino, mas denunciar as trevas.

Que seja desfraldado o estandarte da verdadeira igreja do Senhor Jesus Cristo.

Soli Deo Gloria.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

27 comentários:

  1. amado pastor, li sua ponderação quanto ao assunto que tanto nos assusta e concordo com o que li, gostaria só de corrigir a citação do texto que fala de "outro evangelho" é Gl.1:6-9 e não 1Co.1:6-9

    ResponderExcluir
  2. Prezado colega Rev. Ecimar,
    agradeço sua atenção. Realmente o texto estava equivocado. Já fiz a correção.
    Deus o abençoe ricamente
    Um forte abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  3. Enquanto vocês correm atraz da verdadeira igreja eu prefiro buscar o verdadeiro Deus.Toda igreja que se vangloria de ser a verdadeira igreja peca e comete excessos. É preciso entender que não há verdadeira igreja (me aponte uma)e sim o Deus verdadeiro.
    E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3

    Se tirarmos o foco de Deus e o colocarmos na igreja estaremos apenas defendendo sistemas.

    ResponderExcluir
  4. Prezado colega Pr. Sérgio,
    agradeço sua visita ao blog. Pondero sobre suas considerações:
    1 - Se não existe uma igreja que valha a pena lutar para manter sua pureza doutrináia, então não existe significado em sermos servos de Deus, pois, somos servos para servir à igreja. Entendo que o nobre colega deva estar falando sobre denominações evangélicas. Realmente são criações de homens, mas usadas por Deus.
    2 - Toda dimensão da vida espiritual passa necessariamente pela comunidade da fé a qual pertencemos, independente da bandeira denominacional. Assim sendo, nossa fé somente poderá ser vivida integralmente no convívio comunitário, onde os dons do Espírito Santo são doados e manifestados, a pregação da Palavra edifica e o Senhor é gloricado.
    3 - No Novo Testamento Paulo escreveu para igrejas/comunidades de fé espalhadas pela Ásia e o fez no intuito de forma congregações fortes em suas convicções Bíblicas e Teológicas. Por isso, embora as igrejas tenham suas imperfeições, elas são os meios utilizados por Deus para formação de seus filhos, haja vista, os dons dados às igrejas com essa finalidade.
    4 - Enquanto estivermos neste mundo, nós líderes, precisaremos batalhar pela fé que uma vez foi entregue aos santos conforme Judas nos encoraja em sua carta ver. 04.
    5 - Etnendo seus pontos de vista e os respeito, mas precisamos lembrar embora o Senhor seja o único Deus verdaeiro, Ele trabalha com uma igreja imperfeita e em crescimento.
    6 - Continuemos servindo ao Senhor com integridade e não concordando com aberrações em nome de Cristo que somente denigrem a imagem do Evangelho e da Igreja. Sigamos o exemplo de Paulo que sempre combateu os erros nas comunidades de fé, haja vista, suas cartas que geralmente foram escritas para combater algum tipo de erro no seio das igrejas.

    Um forte abraço
    do seu ocnservo

    ResponderExcluir
  5. A maior aberração no mundo cristão é considerar normal as negociações feitas por "grandes líderes" evangélicos com políticos que sobrem aos púlpitos,das igrejas para enganar e vender ilusões ao povo. Muitos deles carregados de prostituição, adultérios, cachaças e outros demonios mais. Estamos vivendo hj nos tempos da igrejas corruptas, por isso, Deus adverte: Foge dela filho meu! Lembram de atos cap. 3? a respeito do milagre feito ao coxo da porta formosa? quando o povo pensou q pedro e joão haviam feito tal milagre? e eles responderam o que o milagre havia sido feito por meio de Jesus Cristo? Não são pastores que fazem milagres, é DEUS. Jesus em João afirmou: milagres maiores do que esses voces farão. Então? Essas coisas são para os espirituais, somente quem tem a mente de Cristo pode compreender as coisas sobrenaturais. Agora, o que ocorre, é muitos pastores já estão pançudos, gordos demais, e já não buscam mais a Deus para que as coisas sobrenaturais aconteçam, os púlpitos estão carregados de carnais e não espirituais. Eles não buscam e querem condenar quem busca. As coisas de Deus é loucura para o mundo mas é o poder Dele para os que creem. Hipócritas e fariseus, acaso está Deus limitado no seu poder? Quantas vezes Jesus foi criticado por fazer milagres em Jerusalém? Deixem de ser críticos e creiam no Todo Poderoso que pode todas as coisas. Não está escrito:Posso todas as coisas naquele que me fortalece (JESUS)? Vivemos nos tempos da carnalidade e da incredulidade, é por isso que Deus está levantando novos ministérios. Grandes ministérios hoje estão dentro da Igreja de Laodicéia, rica, mas é pobre, cega e nu. Foge dela Filho meu. Deus no seu tempo será o Juiz de todos, aguardem o Trono Branco. Finalmente, tem muitos pastores que conhecem a letra mas não conhecem o poder de Deus, e isso é lamentável. Despertem para isso: Hoje se o diabo matar um crente ele sabe que este vai para o céu, mudou a estratégia, colocou as igrejas para brigarem entre si, e sendo assim, aos invés de subirmos vamos descer ao inferno com ele - ACORDEM!
    Paz e Graça a todos.

    Wellyngton Ferreira
    Pastor - Igreja Envagélica Cristo Vive.

    ResponderExcluir
  6. OLA MEU NOBRE PASTOR LUIZ FERNANDO, OBRIGADO PELA SUA CORAGEM DE SEMPRE LEVANTAR A BANDEIRA EM DEFESA DO EVANGELHO DO SENHOR JESUS CRISTO. É LAMENTÁVEL VER TAIS LIDERES QUE SE DIZEM CONHECER TANTO DO EVANGELHO, TER A CORAGEM DE IR CONTRA O DE MAIS SAGRADO QUE É EVANGELHO DE CRISTO. ISTO É UMA VERGONHA, ESTES TAIS PRECISAM TOMAR VERGONHA NA CARA E LEMBRAR QUE COM DEUS NÃO SE BRINCA. TAIS LIDERES PRECISAM VOLTAR A ASSENTAR EM UMA CADEIRA DE SEMINÁRIO TEOLOGICO E APRENDER O VERDADEIRO EVANGELHO, LEVAREM UM SUSTO QUANDO DESCOBRIREM QUE DE DEUS NÃO ENTENDEM NADA E DO QUE ESTA ESCRITO NADA CONHECEM. ISTO É UM DESRRESPEITO A DEUS E A SUA PALAVRA. PASTOR LUIZ, ESTES HOMENS SÓ PENSAM EM DINHEIRO, PERDERAM O RUMO DO REINO DO ETERNO.
    OBRIGADO PELO SEU EMPENHO NA DEFESA DO EVANGELHO.

    ResponderExcluir
  7. Em Gn Cap. 2, relata que Deus criou o homem, e após tê-lo criado,
    Deus soprou em suas narinas e o homem passou a ser alma vivente.

    Pastor Wellyngton Ferreira
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  8. Glória a Deus por sua vida Pastor, sou o Pastor Maurício de Governador Valadares, seu texto é perfeito, irei postar no meu blog. Tenha certeza que eu e outros Pastores não estamos calados!

    Sola Scriptura!

    Deus te abençoe Pastor Luís Fernando.

    ResponderExcluir
  9. Jr.5:31. É isso que este povo quer. Não querem aprender, se consagrarem, buscarem a Deus com temor e tremor... querem esolver seus poblemas e não importa se é numa igreja "evangélica", centro de macumba... E essa "unção" é uma das muitas "unções" que esta igreja pratica.
    Se os esquecermos de nossos pecados e mazelas passadas, como seremos gratos ao Senhor por tão grande salvação?

    ResponderExcluir
  10. Acredito que o grande problema do mundo seja a falta de cohecimento e amor. Seus textos sao muito bem elaborados e fundamentados mas infelizmente o julgamento a ignorancia de alguns cristaos tem sido tema principal dos mesmos. Deixo como sugestao a pregacao de evangelho sem falar das 'aberracoes' do mundo. Os cristaos tem sede deste tipo de texto.

    ResponderExcluir
  11. Meu caro colega Pr. do M. Família sobre a Rocha,
    concordo com você em gênero, número e grau. Somente gostaria de lembrar que estes líderes não precisam voltar para um banco de seminário, eles precisam sim é sentar pela primeira vez em um banco de seminário, porque nunca o fizeram antes, creio eu.
    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  12. Prezado colega Pr. Maurício,
    sei que em Valadares existem homens de Deus atuantes dando um excelente testemunho de Cristo e pagando um preço caríssimo de um bom testemunho do Senhor em nada o envergonhando. O texto somente tem a intensão de mexer com os mesmos para que de alguma forma não se conformem com essas coisas. Bom saber que os colegas estão se mobilizando ai.
    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  13. Meu caro colega Pr. Marlon,
    alguns lideres perderam o sentido e o limite entre o sadio e o detupardo, entre a verdade e o sincretismo, agora espalham ensinos e práticas que deturpam a vida da igreja. Os membros das igrejas não querem saber de nada mais do que busca por livramento de problemas, mesmo que isso implique em vergonha para o Evangelho.
    Ainda restam os 7000 que não dobraram seus joelhos a Baal.
    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  14. Se o apóstolo Pedro estivesse hoje em nosso meio, será que ele precisaria passar por um seminário?

    O que precisamos entender é que Deus concede dons aos homens e isso é irrevogável, cada um no seu ministério, ao invés de postarmos críticas ao irmão, porque não orar por ele? Se é que está errado! Ou será que nós é quem precisamos buscar os dons milagrosos? Finalmente, deixo essa questão: Vc está na sua igreja, e de repente Jesus manda vc tirar uma das meias e passa-la na mais alta autoridade que está enferma assistindo o culto, o que faria? Lembra de Namã?
    Não se esqueça, Deus opera como quer e não deve nada a ninguém.
    Deus continua a confundir os homens na igreja assim como ele fez no velho testamento.

    Em Cristo

    Wellyngton Ferreira
    Igreja Evangélica Cristo Vive
    Pastor

    ResponderExcluir
  15. Prezado colega Pr. Wellyngton,
    Agradeço sua visita ao blog, ela somente o enriquece. Gostaria de ponderar sobre seu comentário atual. Parte I
    1 - Quando o colega pergunta se o apóstolo Pedro, se viesse hoje, precisar para por um seminário somente traduz um vazio cultural, existencial e pastoral de quase 2000 anos. Não é um seminário que chama alguém para a obra e muito menos determina seu grau de compromisso como Reino, mas em um seminário aprendemos a não nos comportamos como o líder referido no texto da postagem. Em um seminário aprendemos teologia sistematizada o que não tinha no tempo de Pedro, pois, o cânon ainda estava em formação. Parece-me que o nobre colega esquece-se que a igreja em 2000 anos de história gerou uma História da Teologia que se fosse aprendida e apreendida inibiria coisas horríveis como estas da postagem. O desconhecimento deste tópico é que vem proporcionando a cada dia uma nova heresia e comportamentos antibíblicos. Cada novo ensino que surge em nossos dias deveria ser confrontado com a História da Teologia e logo seria anulado, pois, muitos deles já foram recusados pelos homens de Deus do passado, haja vista, o Unicismo atual, Testemunhas de Jeová etc. Assim sendo, basta olhar para a abrangência do ministério de Pedro e ver sua limitação. Se olharmos para a abrangência do Ministério de Paulo ai a distorção é muito grande. Enquanto Pedro foi usado pelo Espírito Santo para escrever 02 cartas que entrariam para o Canon, Paulo foi usado para escrever 13 dos 27 livros do Novo Testamento. Pedro, em sua limitação mental como pescado chega a dizer que existiam partes das cartas de Paulo que eram de difícil interpretação. Isso por si só demonstra o quão distantes os dois apóstolos estavam. Paulo foi educado aos pés de Gamaliel o maior de sua época, possivelmente Paulo falasse no mínimo 04 idiomas e muitas coisas mais que com uma boa pesquisa sobre Paulo daria para escrever um bom livro. Agora comparar um cristão do século XXI com Pedro não tem lógica. Pedro era inspirado pelo Espírito Santo como ninguém hoje em dia o é. Pedro foi fundamento da igreja juntamente com outros apóstolos e profetas conforme Ef. 2:20. Nós hoje não temos tal autoridade e muito menos somos usados como fundamento da Igreja do Senhor, nós líderes edificamos sobre o fundamento, mas não somos o fundamento.

    ResponderExcluir
  16. Parte II
    2 - Quando o colega diz que Deus concede dons aos homens o que tem a ver com o texto do blog? Será que orar para emagrecimento e para esquecimento é um dom de Deus? Respondo com um SONORO NÃO, nunca foi e nunca será. Esses comportamentos da postagem somente demonstram um total desconhecimento da Palavra, Teologia, História, Bibliologia etc, etc, etc, etc, etc, etc. Entendo como dons aqueles que estão registrados na Palavra e nada mais. Fora disso para mim e para qualquer cristão sério é embuste.
    O colega diz que não podemos criticar os pastores que erram. Não vou me alongar neste assunto somente colocar uma comentário feito há anos atrás por um professor de filosofia cristão, Hermes que tive o prazer ser seu pastor por algum tempo: “Não acredito que seja inútil denunciar a maldade. Quem crê nisso, já abdicou da vida moral - tornou-se cínico! Se o nosso discurso não nos ajuda a melhorar o estado de coisas em que estamos, de maneira imediata, então vamos largar de mão, porque nada vai acontecer. O cristão consciente não pode ceder ao cinismo, como se isso fosse uma alternativa viável. A nossa alternativa, a única disponível para quem quer ser honesto com Deus e consigo mesmo, consiste em denunciar a maldade, a vileza, a injustiça, a depravação, a cobiça dos homens e, ainda mais, se isso acontece dentro da própria comunidade cristã. O mal não desaparece simplesmente porque o ignoramos; porque dizemos: “Deixa pra lá”!". Não. O mal somente recua se as pessoas com consciência não se deixam vencer. Se a centelha divina nelas as conclama, induz e dirige à prática do bem e à denúncia do mal. A maldade precisa ser desmascarada e seus agentes, pessoas concretas e reais de carne e osso, precisam ser condenados, erradicados de suas posições de prestígio e poder. "Já está posto o machado à raiz da árvore...", dizia o aparentemente excêntrico João Batista.

    3 – O colega diz que Deus pode pedir que alguém tire sua meia calçada e passe em uma autoridade presente ao culto etc. Não creio que Deus faça isso. Isso não é modelo do Novo Testamento. Nós cristãos tiramos modelos litúrgicos, eclesiásticos e doutrinais somente do Novo Testamento. O que o colega propõe é um comportamento totalmente desconhecido da igreja do Novo Testamento e que nunca foi utilizado por ninguém em tempo algum. Sei que o colega usa um exemplo extremo, mas Deus não age desta forma. O exemplo utilizado de Naamã nada tem a ver com conosco. Somente ilustra o poder de Deus nada mais. A Bíblia não diz que para orarmos por qualquer enfermidade tenhamos de fazer coisas excêntricas ou antibíblicas. Já orei por autoridades, membros de igreja e gente comum e nunca me foi pedido coisas dessa natureza. Sua afirmação que Deus pode fazer qualquer coisa carece de fundamentação bíblica e, teológica. Deus não pode fazer tudo. Ele somente pode fazer aquilo que não fere sua natureza, por exemplo: Deus não pode criar outro Deus igual a si mesmo, percebe?
    Portanto, um retorno a uma teologia sadia e ao bom senso é necessário em nossos dias.
    Um abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  17. Prezado Pastor Luiz,
    Preliminarmente, não o conheço de vista, mas de já lhe digo que estou aprendendo a lhe amar. Quanto ao objeto da matéria, vejo que o amado é muito estudioso e zeloso pela obra de Deus assim como nós. De fato na sua assertiva o senhor tem razão, nós aqui em Brasília estamos vendo coisas terríveis que visam banalizar o evangelho, por exemplo, quando um renomado pastor de certa igreja disse que afirmar que o sangue de Jesus tem poder é balela. Então, vejamos que estamos cercados de templos que dizem ser cristãos, na verdade são sepulcros caiados. Vou participar sempre da suas postagens pois dessa forma estarei aprendendo e revivendo outras matérias que às vezes nos fogem face ás correrias do dia.
    Parabéns pela sua exposição, em Cristo, agradecemos poder participar desse blog.

    Wellyngton Ferreira
    Pastor
    Igreja Evangélica Cristo Vive

    ResponderExcluir
  18. Meu caro colega Pr. Wellyngton,
    agradeço seu carinho e atenção. Precisamos, nós pastores, ser amigos, pois, nossa função é extremamente solitária. Creio que no Brasil inteiro estamos vivenciando um abandono da Palavra e isso traz descrédito para o Evangelho. Outra coisa terrível é que muitas lideranças perderam o pudor em muitas áreas e estão dando um péssimo testemunho e nivelando todos o pastores por baixo.
    Sempre que visitar o blog emita suas opiniões. Elas sempre serão bem vindas. Se possível divulgue entre seus conhecidos.
    Aqui em Belo Horizonte você tem um amigo naquilo que precisar.
    Um forte abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  19. Viu como nós já somos um!
    Agradeço pelo exposto, e vamos continuar na grande batalha, pelejando por Jesus até o fim.
    Conte conosco.

    Abraços

    Pastor Wellyngton

    ResponderExcluir
  20. OS DISCIPULOS DE JESUS O PERGUNTARAM: QUE FAREMOS PARA REALIZAR A OBRA DE DEUS? JESUS OS RESPONDERAM: A OBRA DE DEUS É ESSA, QUE CREAIS NAQUELE QUE ELE ENVIOU (JOÃO 6:28). ENQUANTO ESTAMOS PREOCUPADOS EM CRITICARMOS OS OUTROS, AS VIDAS (ALMAS) ESTÃO SE PERDENDO (INDO PARA O INFERNO), SOU PASTOR, E NÃO ME PREOCUPO COM O QUE MEU VIZINHO ESTÁ FAZENDO, FAÇO O MEU TRABALHO E PRONTO. SE CADA UM DE NÓS FIZESSEMOS O NOSSO TRABALHO (EVANGELIZAR OS PERDIDOS) EM TEMPO E FORA DE TEMPO, HAVERIA MENOS VIOLENCIA, MENOS FAMÍLIAS SENDO DESTRUIDAS E JOVENS DROGADOS. EU CONHEÇO O PASTOR DA REPORTAGEM, PARA MIM É UM VENCEDOR E ESTÁ NA FRENTE DE MUITOS QUE O PERSEGUEM (CRITICAM), SOMENTE O VENCEDOR CHEGA NA FRENTE, OS QUE VEM ATRÁS GERALMENTE SÃO PERDEDORES. TEMOS QUE CUIDARMOS DAQUELES QUE DEUS NOS TEM DADO E ESQUECERMOS OS OUTROS. EU NÃO O CRITICO POIS CONHEÇO SUA HISTÓRIA DE LUTA PARA CHEGAR ONDE ELE ESTÁ.

    ABRAÇOS A TODOS

    PASTOR JOSÉ DE OLIVEIRA

    SANTA MARIA DE ITABIRA - MG.

    ResponderExcluir
  21. Prezado colega Pr. José de Oliveira,
    agradeço sua visita ao blog e seus comentários que somente o fazem enriquecer. Pondero sobre suas afirmações:
    1 - Se o colega leu o texto do blog atentamente, o que parece que não o fez, deveria ter visto que deixei bem claro que as considerações feitas nada tinham a ver com a pessoa do pregador e sim com comportamentos.
    2 - Ver os desvios bíblicos e teológicos entrarem na igreja e ficar calado somente demonstra um total descompromisso como Reino de Deus. O apóstolo Paulo em nenhum momento silenciou-se diante dos erros que as igrejas de seu tempo viviam. Antes pelo contrário os denunciou abertamente. Se o apostolo Paulo fosse seguir seu conselho de somente se preocupar com seu ministério e não alertar a igreja sobre os erros que adentravam na mesma, talvez nem tivessemos igreja hoje em dia.
    3 - Ter a postura Laisse Faire não faz parte do cardápio da igreja ao longo de quase 2000 anos. Creio que o colega deva ter esquecido dos diversos concilios mundiais que difiniram a doutrina correta e aboliram as heresias. Somente para lembrar alguns; Nicéia, Efésios, Calcedônia etc.
    4 - Se ter igreja cheia é sinal de estar na frente então o falecido Dr. Sun M. Moon da igreja da Unificação que se dizia ser o Cristo encarnado no século XX dá um banho em todos nós, por possuir milhões de membros em suas fileiras.
    5 - Uma coisa é conhecer a pessoa do referido pregador e ter um carinho especial por ele, outra coisa bem diferente é fechar os olhos e anular nosso raciocínio em relação aos equívocos praticados. Quando o nobre colega diz que não critica os comportamentos erráticos do pregador do texto, espero que adote esta mesma postura em sua igreja/congregação quando uma heresia grotesca invadi-la através de membros ou pessoas que sejam canais para tais erros. Talvez o silêncio e a omissão tragam um grande benefício para os membros de sua igreja.
    6 - Mas o ensino da Palavra de Deus não encoraja a esta postura de silêncio e omissão enquanto o mal aparece, mas de denunciar e fazer oposição ao mesmo de todas as formas. Lembra dos profetas do A. Testamento? Lembra do próprio Senhor Jesus enfrentando os fariseus e religiosos de seu tempo?
    7 - Mas cada um dara conta de si mesmo a Deus.
    Deus o abençoe ricamente e lhe confira saúde, paz e equilibrio em sua vida e ministério.
    Um abraço
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  22. PR. JOSÉ DE OLIVEIRA18 de janeiro de 2013 03:49

    NÃO QUERO AQUI CITAR PAULO, PEDRO, JOÃO, TIAGO OU OUTRO QUALQUER,NEM MESMO ESTENDER O ASSUNTO, JÁ QUE OS MESMOS ERAM DE OUTRA ÉPOCA. SERÁ QUE HOJE ALGUM PASTOR CUSPIRIA NA LÍNGUA DE UM GAGO? OU FARIA LÔDO E PASSARIA NO OLHO DE UM CEGO? AS VEZES AS COISAS EVOLUI E O SER HUMANO, CHEIO DE TRADICIONALISMO FICA PARA TRÁS. DEVEMOS SIM DENUNCIAR AS ABERRAÇÕES, EU DISSE DENUNCIAR, NÃO CRITICAR, POIS COMO CITOU O NOBRE COLEGA: CADA UM DARÁ CONTA DE SI MESMO A DEUS. AS VEZES FAZEMOS CAVALO DE BATALHA E ESQUECEMOS DE PREGAR O VERDADEIRO EVANGELHO. TEM GENTE POR AI, DA PRATELEIRA DE CIMA, USANDO A BÍBLIA PARA TANTA COISA, MAS NINGUÉM CRITICA: ATÉ BATEM PALMAS, POIS FOI O FULANO QUE FALOU, E ELE TEM VOZ. SEMPRE EXISTIU E SEMPRE EXISTIRÁ COISAS ESTRANHAS NA IGREJA, MAS QUANDO O SENHOR VOLTAR ELE VAI SEPARAR OBRAS DE PALHA, FENO, MADEIRA, FERRO....OURO.
    UM ABRAÇO PARA TODOS
    PR. JOSÉ DE OLIVEIRA.

    ResponderExcluir
  23. Olha a igreja nos dias de hoje não tem capacidade de crer no poder verdadeiro de Deus.
    Deus veio para curar salvar e libertar, e ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente ou seja o que ele fez no passado ele pode fazer no futuro
    A palavra está matando o verdadeiro poder de Deus onde está a sua fé no Deus do impossível

    ResponderExcluir
  24. Igrejas que praticam tais atos demonstram pobreza de conhecimento líderes que direcionam seus ministérios a tais práticas demonstram nunca ter recebido de Deus um chamado vivem experimentando praticas antigas que nada ajudam na salvação dos pecadores..

    Pr. Delson Silva

    ResponderExcluir
  25. Pastor seu blog é uma bencao. O senhor vela pela pala ra de Deus. As heresias dentro das igrejas estao cada dia mais terriveis e berantes , e muitos lideres se fazem de mudos surtos, tem que denunciar mesmo . jesus nao derra.ou teu precioso sangue pra emagrecer ninguem.mas pra salvar, libertar, curar e livrar o homem do fogo eterno.So um pedido muda a cor da letra nao consevhimos ler bem seu blog.e uma pena porque teu blog e uma bencao. Ja adicionei aos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  26. Ok amado e so nos comentarios q a claridade atrapalha a leitura.no mais no blog ta uma bencao.desculpa.um abraco.e continue denunciando as heresias nas igrejas mesmo irmao.a igreja é a casa de Deus e nao um circo.e a qualquer que pregar outro evangelho que seja anatema.Temos que levantar sim em defesa da sa doutrina.um abraco amado pastor

    ResponderExcluir
  27. Pr. Luiz Fernando, parabéns pelo excelente artigo que elucida amplamente o verdadeiro Evangelho de Cristo que deve ser levado às pessoas. A vida abundante e prosperidade significam Deus em nossas vidas, estar pleno do Espírito Santo e reconhecer Jesus como o único Salvador, o qual temos que revelar o caráter de Jesus em nós. Unção, somente a de Deus sobre nós, o resto é invencionice do homem carnal.

    ResponderExcluir