02 maio 2011

FAMÍLIA - AINDA UMA GRANDE IDÉIA

















E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne; esta será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada”. Gn. 2:23

Alvin Tofller, um futurólogo, escreveu em O Choque do Futuro na década de 70, do século passado, que a família, como a conhecemos, sofreria pressões muito fortes, de tal maneira que se acomodaria em novos arranjos. Os casais se ajuntariam por um prazo de cinco anos e se não dessem certo dissolveriam a relação. Os filhos gerados ficariam ao encargo do estado que os encaminhariam para famílias estruturadas. Na década de 30, do mesmo século, o estado socialista tentou acabar com a família tradicional, pois, achava que era um componente do capitalismo, mas se viu obrigado a retroceder e afirmar o modelo tradicional familiar, pois, viu que os resultados não eram benéficos para a nação.

Tofler acertou quando disse que a família sofreria pressões. As diversas mídias, terapeutas, artistas e personalidades dentre outros, bombardeiam a família como se ela fosse o centro dos problemas sociais. A infidelidade conjugal e o divórcio são saudados como um processo libertador.

Mas mesmo assim ainda milhares de casais sobem aos altares de diversas igrejas e celebram o casamento e a constituição de uma nova família. Milhares de outros casais se esforçam com inteligência para que seus lares não venham a se desintegrar. Precisamos lembrar que a família tem sua origem em Deus. Deus, em Sua forma existencial, não é um ser solitário ou egoísta. Ele vive na mais perfeita comunhão com o Filho e o Espírito Santo. Assim sendo, o nosso modelo é o próprio Deus. Por mais que o homem lute contra este fato, ele ainda se impõe por si só. Família ainda é uma grande ideia. Ainda os filhos têm em seus pais os melhores modelos. O complemento do homem é a mulher e vice-versa. Ainda a família é o primeiro núcleo socializador para a criança. Ali é onde a criança aprende a respeitar as autoridades e adquirir valores duradouros para a vida.

Por termos um alto índice de divórcios, estamos vivendo, em parte, a desintegração social, quebra de valores e a banalização da vida. Deus quando idealizou a família sabia que era o melhor para a raça humana.

Quanto mais a família for bombardeada e desvalorizada mais veremos o mal crescer nas mais diversas formas. A pesquisa mostra que adolescentes que gozam da presença do pai iniciam a vida sexual mais tarde. Quando a família é valorizada os filhos sentem os resultados ao longo da vida, pois, serão mais confiantes, persistentes e equilibrados, menos propensos à depressão e saberão atuar com equanimidade diante das crises da vida. Precisamos ver a família como uma grande oportunidade de crescimento e cura. O fortalecimento e incentivo encontrados em uma família equilibrada geram crescimento pessoal e cura para muitas crises emocionais. No convívio do lar podemos adquirir princípios vencedores que nos auxiliarão nas tomadas de decisões.

Acredito que algumas posturas poderão ser assumidas pelos participantes de uma família:

  1. Valorização pessoal - Valorize os seus para si mesmo e diante dos outros.
  2. Menos crítica - Por que criticar se posso valorizar?
  3. Bom senso diante das crises - Não procure encontrar culpados, mas procure as soluções.
  4. Respeito - Podemos discordar de ideias, mas precisamos respeitar o ser humano.
  5. Perdão - Precisamos dar e receber perdão. Isso traz cura para dentro do lar.
  6. Misericórdia - Calçarmos o sapato do outro para tentar irmanar com sua dor ou crise.
  7. Amor-"Quem não demonstra que ama, realmente não ama".W. Shakespeare
  8. Lazer - Família que não têm lazer junto termina.
  9. Culto Doméstico - Trazendo Deus para nossos lares.

Famílias bem estruturadas facilitam o trabalho do estado, fortificam a malha social e trazem equilíbrio pessoal.

Família – Ainda Uma Grande Ideia.


Soli Deo Glória

Pr. Luiz Fernando Ramos de Souza



12 comentários:

  1. Tenho acompanhado o sofrimento de dois casais porém de outro minstério.A esposa de um dos casais defende Silas Malafaia com unhas e dentes e o esposo sabe de coisas comprometedoras em relação ao pastor citado,o outro casal o esposo quer imitar o tal pastor e a esposa diz que vai deixa-lo.Precisamos educar nossos rebanhos à não serem influenciados por pregações de tv, mas, respeitarem seus própros lideres que pagam preço alto para q seu rebanho siga as determinaçõesde Cristo.
    Pois lares etão sendo destruidos pela influência negativista de um terrorismo sedento à teologia da prosperidade, esta praga tem sido o alvo de lideres despreparados porém formadores de opiniões catastróficas.
    Família é instituição divina e não refém de pastores.

    ResponderExcluir
  2. Prezado colega Pr. João,
    seu comentário foi preciso e incisivo como um bisturi nas mãos de um hábil cirurgião. Nós, pastores de igrejas locais, estamos em desvantagens contra estes Golias gospel, pois, eles entram mais em contato com nossas ovelhas do que nós mesmo e isso através da televisão. Por serem midiáticos as pessoas acham que não erram e que estão acima do bem e do mal. Precisamos sim educar nossas ovelhas para ouçam a voz de seus pastores locais. Na hora da angústia eles nos procuram e nunca os telepastores.
    Um forte abraço
    sua visita ao blog somente o enriquece
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  3. Concordo com a importância do tema. Só gostaria de observar que alguns defensores da família também têm parcela de culpa em seu enfraquecimento. Quando defendem a preservação da família a todo custo, não importando a situação que existe naquele núcleo, estão dizendo que a família pode ser algo ruim. Por exemplo: Quando um pastor diz que a mulher tem que ficar com o marido que a espanca, a reprime, está prestando um péssimo serviço, pois chama de família o que everia ser nomeado "cárcere privado". Alguns casos devem ser observados mais de perto, é o que quero dizer. E se não o fazemos, geramos motivos para acusações. Motivos desnecessários.
    Quanto aos irmãos com problemas conjugais com o Malafaia... parece até engraçada a situação, mas revela a falta de maturidade de algumas famílias. A culpa não é só do tal pastor-show, é também da ignorância dessas pessoas e de sua incapacidade de refletir pelo diálogo. Conheço um casal que passou por problema semelhante, só que o pivô não era esse sujeito, mas a Lagonia. Lastimável!
    Um abraço anônimo, mas sincero.

    ResponderExcluir
  4. Pr. Luiz Fernando,

    excelente e providencial texto.

    Interessante que a igreja vem desprezando os princípios bíblicos em relação à família; casamentos são feitos, desfeitos, refeitos e novamente desfeitos... O padrão divino tem sido negligenciado por aqueles que deveriam defendê-lo, e o que vemos são ímpios buscando "novos arranjos" familiares, tentando parecer família, como os gays. Mas o que eles querem é impossível, ainda que a lei obrigue a sociedade a aceitá-lo. Assim como parte da igreja quer, também, é impossível biblicamente.

    Já ouvi dizer de pastores que se casaram seis vezes e descasaram-se cinco. Isso é uma vergonha! Um escândalo para Cristo e o Evangelho! E depois ficamos com cara de inocentes perguntando: "mas o que foi que aconteceu com a igreja?"

    Mais um texto, meu irmão, a ser republicado.

    Grande e forte abraço!

    Cristo o abençoe!

    ResponderExcluir
  5. Meu prezado anônimo,
    algum dia você vai vacilar e vai assinar algum comentário. rsrsrs.
    Entendo suas ponderações e elas são pertinentes. Acredito que a manutenção da família se dá ao atentarmos para os princípios da Palavra e somente isso.
    Quanto aos casais do outro comentário são fatos reais mesmo e você mesmo conhece pelo menos um assim. O engraçado é que casais se dividem e as vezes nem sabem direito por sofrem. Mas é assim mesmo. Precisamos aprender a sofrer por aquilo que importa.
    Um abraço
    Em Cristo
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  6. Prezado jorge,
    realmente se observarmos a Palavra tudo irá bem. A superação das crises se dará sem maiores traumas. Aquilo que era estranho no arraial do Senhor passou a ser comum. O altíssimo número de divórcios entre evangélicos assusta e isso demonstra um total descompromisso com Deus e Sua Palavra. Agora pastor que casou 7 vezes isso é demais. Acho que deveria para o Guiness Book.rsrsrs.
    Um abraço
    Em Cristo
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  7. Nossa!!! Que texto lindo e real.Família é plano e propósito de Deus. Famílias desestruturadas, sociedade abalada.Pais que assumem seus papéis comprometidos com a família e com Deus terão filhos equilibrados, seguros.
    Baixem sobre nós Senhor as tuas misericórdias,a sabedoria para que vivamos e sejamos famílias abençoadas e abençoadoras.
    Andréia

    ResponderExcluir
  8. Irmã Andréia,
    isso mesmo, quando os pais se comprometem com o propósito de Deus colhem os frutos de uma familia estruturada e equilibrada. Precisamos sim VIVER a Palavra.
    Um forte abraço
    Em Cristo
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  9. Prezamado pr. Luiz Fernando,

    A paz de Cristo, o nosso Senhor!

    Realmente os líderes devem assumir com responsabilidade a função que honra e desenvolve a Família como o principal para qualquer sociedade. Afinal é a benção de Deus para o homem.

    A Família é uma boa idéia e muito mais, se a maior preocupação, for incentivar a Família a ser exemplo para este mundo que se destrói a cada dia, será uma uma GRANDE SANTA IDÉIA.

    O Senhor seja contigo em muitas santas idéias.

    O menor de todos os menores.

    Pr. Newton Carpinteiro

    ResponderExcluir
  10. Prezado colega Pr. Newton,
    em meios as catástrofes sociais que vivemos a família ainda um porto seguro para aqueles que precisam se refugiar e encontrar aconchego. É o meio e o lugar para se forjar homens de caráter e influenciadores do bem. Realmente família é uma GRANDE SANTA IDÉIA.
    Um abraço
    Em Cristo
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  11. Pastor Luiz.

    Gostei muito do texto.

    Também gostei muito da nota que você escreveu no roda-pé do seu blog "LIBERDADE DE EXPRESSÃO". Gostaria de saber se você permitiria que eu copiasse o mesmo texto e colasse no roda-pé dos meus blogs?

    A paz do Senhor.

    ResponderExcluir
  12. Prezado irmão Sidney,
    fico feliz por sua visita ao blog. Pode colocar sim em seu blog.
    Um abraço
    Em Cristo
    Depois deixe o endereço do seu blog para que possa visitá-lo

    ResponderExcluir