23 abril 2010

AS SEMENTES DO MAL

"Amado Pastor Carlos Roberto,

Em algum momento do ano de 2002, eu, alguns familiares meus, e um ministro do evangelho com familiares, nos reunimos para assistir a uma palestra do Pastor Silas Malafaia.
O título da fita, “As Principais Características de Um Verdadeiro Pastor”, sugeria um silogismo, quando entendíamos que havia uma premissa maior, que era o fato do palestrante ser um ungido do Senhor, um pastor, um ministro do Evangelho. A premissa menor era que o palestrante possuía aquelas características principais.
Desta forma, concluímos que o palestrante, Sr. Silas Malafaia, era um Verdadeiro Pastor. Era assim que o víamos.
Ali estava o Pastor Silas, em mais uma das suas peripécias doutrinárias, constrangendo-se à medida que alguns líderes davam-lhe as costas, ausentando-se da platéia por entenderem que o palestrante, adotando uma presunçosa postura professoral, queria ensinar-lhes o que sabiam de sobejo.
Soubemos, posteriormente, através do pastor que nos acompanhou, que aqueles que ficaram até ao final da apresentação e que estavam próximos aos que se ausentaram, criticaram, com discrição e recato devidos, a performance do palestrante. Nosso ícone abusara do lúdico, transformando o assunto tão importante em mera diversão, em distração.
Não conhecíamos, ainda, a tradução de “A fish out of water”, magnífica obra de George Barna (CPAD), mas ali estava o nosso Silas, já um ícone, todavia sem a hodierna projeção midiática a nível nacional como um líder, ainda, não desperto.
Barna, em seu texto, nos fez entender que para ser um líder eficaz nós precisamos possuir cinco dimensões de liderança: chamada, compreensão, caráter, competências e conseqüências.
Hoje, o abençoado pastor pode estar certo de que cristãos autênticos, não apenas assembleianos concordam com o fato de que o Pastor Silas é, sem dúvida, um homem de Deus. No entanto, faltam-lhe hoje: o reconhecimento de que, em termos de caráter na liderança, o mínimo exigido é imitar Jesus; a compreensão do que é ser um líder verdadeiro; o entendimento das conseqüências desta sua atual postura como um ministro-líder do Evangelho. Restam-lhe apenas o chamado e suas indiscutíveis competências.
Lamentamos e também nos envergonhamos quando relacionamos a sua conduta atual àquela palestra, na qual acentuou versículos do capítulo 6 da primeira carta de Paulo a Timóteo, com ênfase no versículo 10.

Meu Deus! O pastor Silas não percebeu, ainda, que conforme os capítulo 4 e 5 dessa mesma carta, o Sr. Mike Murdock, assim como o Sr. Morris Cerullo, ambos enfatuados, está criando cizânia - contenda de palavras, inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas e altercações sem fim? Jesus! O “apóstolo das gentes”, tão enaltecido pelo Pastor Silas em suas prédicas e livros, compara no capítulo 6 com “clareza solar”, as funestas conseqüências do afogamento na ruína e perdição, de um homem que quer enriquecer, à descida de uma carroça, ladeira abaixo e sem freio. Como o senhor disse: Que Deus seja misericordioso conosco.
Que Deus não permita que ovelhas venham a se ferir, posteriormente, depois de adquirir Bíblias a R$ 900,00 e de se associar ao tal “Clube de 1 milhão de almas” mediante a “sementinha” mixuruca de R$ 1.000,00. A decepção será muito grande, pois iludidas pelas inverdades e promessas desta malfazeja teologia da prosperidade (nunca em maiúsculas), praticarão “atos de fé” que as deixarão mais endividadas. E não pense em restituição, pois qualquer tentativa de recuperação encontrará como causídicos dos articuladores de ambos os “projetos” (?) o “livre arbítrio” (deu espontaneamente – ninguém o/a obrigou) e as considerações sobre aqueles únicos privilegiados – os que têm fé. A responsabilidade pelo “receber ou não” a benção pretendida está condicionada à “existência ou não” da fé por parte do incauto investidor (é uma aplicação de alto risco).
O Dr. Cícero Augusto Duarte, em 2003, como membro da Igreja Batista em Sabaúna – Mogi - SP e assessor jurídico da Aliança Evangélica Brasileira diz, em sua obra “IGREJAS NA MIRA DA LEI” que o trato com o dinheiro é objeto de tutela civil e também na esfera criminal.
Pior para nossas igrejas é o dissabor causado pela exposição pública da igreja e o prejuízo moral que será registrado quando do pedido de devolução na Justiça da “sementinha”, por ter havido um constrangimento emocional ou psicológico ou por uma promessa ou garantia de que aquela doação teria um retorno em uma espécie de “bônus espiritual”. Só Jesus!

Pastor Carlos; precisamos fazer com que nossas vozes sejam ouvidas para alertar o povo de Deus para este embuste que tem inicio em pregações que partem de uma revelação de Deus e tem seqüência na admoestação àqueles que colocarem em dúvida a palavra de Deus, o que seria pecar contra o Espírito Santo (!?) É quando falam de um “novo de Deus” que assinala a não aceitação como ação demoníaca. O Dr. (?) Murdock é vezeiro em restringir o ótimo a padrões por eles estabelecidos, ou seja, o padrão vigente, como por exemplo, as 58 chaves da sabedoria que desvendam os segredos da Liderança de Jesus; os 7 segredos incríveis no relato da pesca orientada por Jesus e agora os incautos terão l059 chaves de sabedoria.
Ele burla a própria hermenêutica quando mantém os talentos da Parábola como moeda grega à época, quando deveria repassar conhecimentos de figuras de retórica, demonstrando que o fulcro da mensagem eram os talentos, dons naturais concedidos pelo Senhor que devem ser multiplicados.
Perdoe-me pelo que lhe roubo de tempo em atentar para meus ditos.
Minha intenção é demonstrar minha solidariedade com a apreensão dos egrégios pastores quando identificamos técnicas e métodos psicológicos que estão sendo usados para sugestionar as pessoas que buscam nossas igrejas para encontrar soluções para seus problemas de ordem moral e social.
As pessoas querem eliminar perturbações psíquicas, excitações nervosas, tensões, angústia e outras, decorrentes de ações do maligno. Jesus é o único que propicia ao individuo o controle de suas emoções, ajudando-as a enfrentar os problemas da vida e, pelo seu amor, resolve-los. A crença em Deus virá pela fé.
Enquanto isso, certas pessoas, estas também, sob os auspícios de satanás, procuram sugestionar as que padecem desses males, procurando obter que uma idéia qualquer, que inspirem solução prática, se instale no indivíduo que, vivenciando seus problemas, se torna sugestionável.
A idéia da sementinha e da Bíblia a 900,00 passa diretamente à categoria de crença e de fato decidido sem que haja controle de sua consciência pessoal.
Esses pseudo-salvadores se dão bem quando obtém absoluta submissão e obediência cega às suas sugestões, aos seus propósitos (sugerencias). A crença em Deus, então, vem pelo logro, pela burla. Esta é a sua, a minha, e deve ser a nossa preocupação maior.
A tática dos teologastros da prosperidade é iniciar uma catarse (limpeza da alma), fazendo com que os que sofrem rememorem os fatos que estão provocando aqueles males e, posteriormente utilizam a antiga técnica da sugestionabilidade.
Os avessos e arredios ao crescimento em sabedoria, esquecendo-se de Jesus quando ouvia e interrogava os doutores, não observam, como o Dr. Lucas observou, em Lc 2:52, o desenvolvimento integral da pessoa do Senhor Jesus: desenvolvimento espiritual (graça), social (estatura) e intelectual (sabedoria).
O desenvolvimento espiritual, como o social é indispensável, mas não podemos abdicar do imprescindível desenvolvimento intelectual para realizarmos, eficazmente, a obra do Senhor. No prólogo de Provérbios, Salomão chama de loucos aqueles que desprezam a sabedoria e o ensino (Pv 1:7b).
Por esta razão, muitos dos cobiçosos, tentados pelo maligno, atraídos e seduzidos pelas recompensas (as Evas coevas) sugeridas pelo Sr. Mike Murdock, dirão:
Estão falando mal do Pastor Silas e esquecem a palavra de Deus em Jr 23:2 –
“... Eu cuidarei em vos castigar a maldade das vossas ações, diz o Senhor".
Pastor deixe-me, com autoridade corrigi-los (a):
Falar mal é maldizer; é dizer mal; é espraguejar e difamar - a ação procede da maledicência, que é condenada por Deus (Tg 4:11-12).
Para governo daqueles irmãos "sugestionáveis" digo que o eminente pastor Carlos, assim como eu, não procederia desta forma, pois estaríamos agindo de forma atoleimada, pecaminosa e condenável perante o Senhor das nossas vidas, ao desairarmos um anjo da Igreja.
O que fez o insigne homem de Deus, e o que estou fazendo, é OBVIAR O MAL o que difere totalmente de FALAR MAL.
Ombreamos para praticar uma ação inteiramente voltada para aqueles que não vigiam, desatentos, desacautelados e até displicentes. Obviar é alertar, prevenir, acautelar, opor-se e resistir ao mal sorrateiro e dissimulado, sem qualquer intenção de censurar - a ação tem procedência na obviedade.
Lembro-me de que as epístolas paulinas têm o propósito único de OBVIAR o mal, como a endereçada a "todos" os amados de Deus que estavam em Roma, em que os admoesta quanto "aos que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprenderam; AFASTAI-VOS DELES" e nos adverte quanto aqueles que servem ao seu próprio ventre e enganam o coração dos incautos com suaves palavras e lisonjas (Rm 16:17-18).
Chego a admitir que toda a Bíblia OBVIA o mal, até porque, todos sabemos que o mundo jaz no príncipe do mal.
Paulo também OBVIOU o mal, que poderia advir dos falsos ensinos com filosofias e vãs sutilezas (Cl 2:1), e a Timóteo advertiu quanto aos falsos crentes, os Himeneus, e os Morris Cerullos, digo, Mikes Murdocks, digo, Filetos, cuja linguagem corroia como câncer (2Tm 2:16-17)..
O autor de Hebreus adverte-nos sobre o perigo da negligência, para que não nos desviemos e não aceitemos coisas faladas por “anjos” (atualmente de naturalidade norte-americana) em Hb 2:1-2)
Depois vem Pedro, OBVIANDO o mal procedente dos falsos mestres, seu caráter, obras e justo castigo. Esses tais, OBVIOU Pedro, estariam por introduzir, no meio do povo, dissimuladamente, heresias destruidoras, trazendo para si mesmos, repentina destruição (2Pe 1-22).
Não há como negar - há profecias bíblicas contra os maus líderes e contra os líderes infiéis, Todavia, pastor, eu tenho excelentes notícias para estes que, podem até ocasionar a dispersão das ovelhas do rebanho do Senhor. Refiro-me aos estúpidos que não irão prosperar, segundo a visão de Deus para Jeremias em Jr 10:21 e que recalcitram, com veemência, até atemorizando os fiéis, quando interpelados, dizendo que só Deus pode julgá-los pela maldade das suas ações.
Vou continuar OBVIANDO o mal:

Pastor Silas Malafaia, acautele-se! Tem morte na panela, ó homem de Deus! (2Rs 4:40) Os pepinos dos Murdocks e Cerullos (colocíntidas) são venenosos! Deita farinha na panela! (41) e, pelo amor de Deus, SE FOR DIRIGIR, NÃO BEBA (Ef 5:18) Ah, sim, ia esquecendo-me da boa notícia. O mal que acompanha a má liderança, a infidelidade pastoral, é OBVIÁVEL, isto é, pode ser remediado, reprimido e obstado, mediante uma liderança eficaz, somente alcançada se imitarem JESUS, o maior líder que este mundo já conheceu e que, graças a Deus, ainda é conhecido por muitos homens submissos à vontade do Pai - que O obedecem incondicionalmente, que nEle confiam cegamente e que, eternamente são gratos a Ele. Em suma, que não são simples servos, mas amigos do Senhor.
Paro por aqui, certo de ter obviado o mal que, em nome de Jesus, não virá a ocorrer."

Alberto Couto Filho Formado em Ciências Administrativas, Ciências Contábeis e em Ciências Econômicas Membro da Comunidade Evangélica até aqui nos ajudou o SenhorEmbarie – Duque de Caxias – RJ Sob a responsabilidade do Pr. Paulo Roberto Nogueira Gonçalves E-mail:
albertocoutodco@gmail.com

Fonte:

Excelente blog do Pr. Carlos Roberto Silva

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

8 comentários:

  1. Realmente temos que tomar cuidado com esses falsos pastores e isso é mto triste, pois ele usa a fé das pessoas para encherem seus bolsos isso é horrivel, li um livro que fala disso uma história comovente que mostra em uma ficção a realidade , se vcs quiserem ler ele esta no site: www.seteseveneditora.com.br e lá vc tmb encontrará o curso de inglês mais barato do Brasil!!!

    ResponderExcluir
  2. Prezada irmã Suelen,
    agradeço a indicação do livro. Sim todo cuidado é pouco diante de tantas falas em nossos dias. Nada melhor do que nos provermos da Palavra para que em nada possamos ser enganados.
    Um abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  3. Caro Pr. Luiz Fernando,
    Graça e Paz!

    Parabéns pela sua postura definida em prol da sã doutrina.
    Grato também por citar meu singelo blog em seu conceituado espaço!
    Prossigamos para o alvo!

    Seu conservo em Cristo,
    Pr. Carlos Roberto

    ResponderExcluir
  4. Paz,

    Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus lhe continue abençoando poderosamente.

    Estou seguindo o vosso blog.

    Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

    http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

    Siga-nos também.

    Fica com Deus.
    Um abraço, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir
  5. Prezado colega Pr. Carlos Roberto,
    agradeço seus incentivos. Citar seu blog é privilégio, pois, ajuda a denunciar tais falcatruas. Estarei orando pelo nobre colega em sua participação no programa do Galileo.
    Um abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  6. Prezado Alexandre,
    visitei seu blog e ele está muito bom. Lí alguns artigos e são excelentes, suas posturas são coerentes. Deus vai usá-lo grandemente. Vou colocar o link do seu blog no meu, ok?
    Um abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  7. Shalom!

    Amado Pr Luis Fernando, uma alegria conhecer seu blog. O Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti, sua família e o ministério que Ele te confiou.

    Medite no Sl 36.8,9

    Nele, Pr Marcello

    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    e veja o texto: O selo do Espírito

    P.s>>> CAso o irmão se identifique com o blog, torne um seguidor. Será uma honra!

    Grato.

    ResponderExcluir
  8. Pr Luiz Fernando,nesse caso está muito difícil ,pq muitos são consagrados e tem essas característica,mais com o tempo vão deixando o temor pelo Sr e entram por caminhos q ñ são Dele,e pra falar a verdade tem muitos q ñ tem nada disso mais está com o coração na seara,e ñ se deixam corromper,seria bom só estudar e saber a palavra e ser um bom pr,ou, ñ jogar o Nome de jesus na lama como está sendo jogado,e jogando muitas almas q se decepciona e ñ volta mais pra igreja e fica descrente de tudo e de todos,como diz a palavra,ñ entram e nem deixam os outros entrarem,é muita tristeza .
    Amei por saber q q o Pr Billy Graham ñ se deixou corromper pelo dinheiro,mostra o carater q ele tem ,e tb um livro q eu lí "Contrabandista de Deus" ele tb o irmão André,o dinheiro ñ fez a ca beça dele foi digno até o fim,isso deus se alegra.

    ResponderExcluir