14 dezembro 2009

VENCENDO O MEDO II

"Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação". IITm.1:7

III – ALIMENTANDO O MEDO

a) Esquemas para alimentar o medo

Ø “se você não comer tudo, um urso enorme virá comer você”

Embora seja feito com boas intenções sobrecarrega-se a criança com expectativas pessimistas transformando-as em alvos de medo na vida adulta.

ØPapel Modelador dos Sintomas do Medo

As crianças aprendem por imitação.

Os filhos de pais medrosos recebem carga dupla de exposição ao medo, porque se ressentem da falta de proteção, da confiança de seus pais, e sofrem mediante o exemplo de medo dos pais. Assim o medo vai passando de geração a geração.

ØExigências Irreais

Notas na escola – As crianças não querem ser criticadas. Quando isto ocorre, os pais estão programando seus filhos para o medo. Cada ser humano tem o seu time. Não apresse o rio.

ØViolência Explorada pela televisão

ØOs Sentimentos de Insuficiência Alimentam o Medo

Moisés e o seu chamado. Ele se via insuficiente/incapaz até Deus o apertar.

Não se compare com os outros o tempo todo.

Pesar sua farinha na balança do vizinho pode leva-lo a perceber que os pesos são diferentes.

Creia que Deus proverá adequação para que você desempenhe qualquer tarefa.

Um conceito distorcido de Deus. Deus não pede nada mais do que conseguimos realizar.

b – Principais Medos

- Doenças – violação do corpo.

Doença e incapacidade física. Ninguém se anima com a perspectiva de ficar cego, sofrer um derrame e ficar incapacitado para a vida.

- Empobrecimento – Violação Financeira

Não é somente chegar à bancarrota, quebra total, mas se equilibrar com um orçamento até o final do mês.

Perda de emprego ou 1 financiamento que não saiu.

Neste por menor podemos concluir que as mulheres sofrem mais com o medo de empobrecer que o homem.

O medo mais comum nas mulheres é a insegurança.

- Luto – Violação do Relacionamento

A revista Psicologia Hoje em uma entrevista com 1000 pessoas detectou 3 fobias principais:

1 – Morte de ente querido

2 – Doença séria

3 – Preocupações financeiras/catástrofe nuclear.

Luto antecipado – casal da igreja que esperou 14 anos para Ter seu 1o filho – este morreu mais tarde e eles voltaram para igreja.

- Morte – Violação da Vida

É uma hora que todos enfrentaremos e sabemos que nos depararemos com o desconhecido.

A história registra pessoas que estavam conscientes por ocasião da morte e morreram sem fé, atormentaram-se por causa do medo.

Thomas Hobbes – filósofo racionalista morreu gritando: “oh! É um horrível salto no escuro”

Voltaire 0 filósofo francês. "Voltaire no leito de morte dizia que estava indo por um caminho escuro. Seus amigos estavam ao redor da cama olhando para ele. Então Voltaire perguntou para eles se não tinham compaixão de um homem que morria e entrava por um caminho escuro. Obteve uma resposta no mínimo interessante: Estamos observando como morre um ateu".

D. L. Moody – “um dia uma senhora perguntou a D. L. Moody se ele tinha medo da morte. Ele lhe disse que tinha. Ela o repreendeu, dizendo que o havia ouvido pregar que Deus nos concede graça para morrer. Ele lhe respondeu”- minha senhora, Deus nos concede graça para morrer. Neste mundo Ele me concede graça para viver. Quando chegar a época de morrer, Ele me dará graça para morrer.”

Deus havia dado a Moody graça para morrer, como lhe dera graça para viver.

- Medo da Rejeição

Seu disfarce mais simples é o medo da crítica – medo de que suas opiniões, idéias, ações ou motivos sejam escarnecidos pelos outros.”

- Medo do Fracasso – Relacionamento social – não passar nos exames.

a) Vencendo o Medo

Análise o Medo

Descubra tudo o que se liga ao perigo que você teme.

Será que esse desastre vai mesmo acontecer?

Quantas vezes tem acontecido com pessoas como você/

Quais tem sido os resultados?

B Evite Estímulos que Produzem Medo

Ex. Televisão – Acontecimentos difíceis.

C Discuta o Medo Com Outras Pessoas

Quando expomos nossos medos não apenas temos uma compreensão melhor do objeto temido, mas de nossos medos e do que eles estão nos causando.

D Resolva Agir Sem Medo

II Tm. 1:7 “Deus não nos deu espírito de medo, mas de amor, poder e moderação.”

B Confiança Absoluta em Deus.

“Se Deus é por nós quem será contra nós.”

Ilustração

“ Em agosto de 1930 houve um eclipse do sol. Meu irmão e eu em companhia de um astrônomo, observávamos o fenômeno através de óculos escuros. Este conservava sua atenção no cronômetro. Quanto tudo terminou, ele disse: “foi exatamente no segundo predito há vinte e cinco anos pelos cientistas da época.”

Andava eu, então, bastante preocupada porque tinha perdido meu emprego e aquela experiência me trouxe este pensamento: “se este universo é governado por um Poder que faz com que tudo corra normal e matematicamente no minuto exato, certamente terei confiança, seja qual for o meu destino.” Que lição maravilhosa aprendi!

Esta lição serve para todos nós. Por que tanta tensão, receio e preocupação na hora presente? Temos a promessa do suprimento de todas as nossas necessidades cada dia que passa. Por que não cremos e agimos confiantes nas promessas de Deus? Por que não aprendemos a arte de descansar no seu poder? “Emma M. Werry”

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

Um comentário:

  1. Pr. Luiz Fernando,

    realmente sucumbimos aos medos, aflições e ansiedades neste mundo. E, certamente, Deus não nos privou deles para que, nos momentos mais difíceis, saibamos que somente nEle teremos conforto, ânimo e o poder sustentador e restaurador.

    Como Paulo bem disse: "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus para convosco" (1Ts 5.18). Sabendo que o Senhor não abandona os Seus filhos; e de que todas as coisas contribuem para o bem daqueles que O amam, chamados segundo o Seu propósito (Rm 8.28). E de que em nossa fraqueza é que somos transformados pela suficiente graça divina em fortes, por isso Paulo disse: "sinto prazer nas fraquezas, nas injurias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte" (2Co 12.10)... Porque nada, nem a morte, nem os medos, nem as aflições, tribulações e perigos poderão nos "separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor" (Rm 8.34-39). No qual temos paz; por isso, tenhamos bom ânimo, afinal, Ele venceu o mundo (Jo 16.33).

    Grande abraço.

    Cristo o abençoe!

    ResponderExcluir