24 março 2014

NÃO DESISTIR

NÃO DESISTIR

Replica aumentada
“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” I Cor. 15:58
Existem momentos em que pensamos em desistir de tudo aquilo porque lutamos. Várias tentativas foram feitas para melhorar e parece que estamos andando em um banco de areia. Tentamos buscar forças lá no fundo do nosso ser e nos vemos impotentes. Observamos as circunstâncias, as conversas das pessoas e percebemos que alguma coisa está errada. Isso tudo é verdade. Mas existe uma pequena palavra nas Escrituras que pode mudar tudo em nossas vidas. Perseverança! Perseverar é muito mais do que agüentar uma situação adversa. É persistir com um propósito. É persistir sabendo o porque estou aguentado os momentos adversos. Perseverar é a marca daqueles que mudaram seu tempo. Conta-se que Thomas Alva Edson, o inventor da lâmpada elétrica estava na tentativa de número 700. Ao ligar os filamentos da lâmpada, a corrente elétrica passou, a lâmpada acendeu e apagou. Seu ajudante lhe disse: "Dr. Edson, já tentamos 700 vezes e não conseguimos nada, vamos desistir". Então o grande cientista lhe respondeu: "Não meu jovem, estamos 700 vezes à frente de quem nunca tentou nada, não dá para desistir agora". Tentou mais de 2000 vezes até conseguir seu intento que revolucionou a vida humana. Desistir é mais fácil e cômodo do que perseverar e continuar. Desistir satisfaz mais o ego do que enfrentar os momentos difíceis. Desistir é abortar as oportunidades que estão por se apresentar. Desistir e dizer que Deus morreu e não opera no mundo ou em nossas vidas. Desistir não deve fazer parte do cardápio do cristão. Richard Wurmbrand, pastor romeno, fundador da missão Voz dos Mártires, conta que depois de várias vezes preso, estava em sua sela e pensou em desistir, pois não via crescimento da obra do Senhor e sempre voltava para a cadeia por causa de sua fé. Alí em sua sela, mais uma vez, assentado no chão pensando em desistir, viu uma pequena formiga carregando uma folha que era duas ou três vezes o seu tamanho. Quando ela chegava lá em cima na janela e ia sair daquele lugar, a folha caia ao chão e ela descia toda aquela parede. Apanhava a folha e subia novamente. Fez isso por 14 vezes. Depois carregou a folha e saiu pela janela e não mais foi vista. Vendo aquela cena disse para si mesmo: "Se esta formiga, por 14 vezes, não desistiu e não tinha ninguém para lhe encorajar, também posso tentar novamente sem desistir por amor do meu Salvador. 
Neste momento de nossas vidas, mais do que nunca, precisamos estar firmes em nossos objetivos para vermos os resultados de nossos esforços e de nossa fé. A Palavra de Deus nos encoraja a não voltarmos atrás. Deus disse que não tem prazer naquele que volta atrás. Deus nos tem dado recursos suficientes em Sua Palavra para sermos vencedores perseverantes. Apesar de algumas coisas não darem certo, de sonhos não se realizarem, nossas posturas mentais serão vencedoras. Não olharemos para trás, nem lamentaremos porque desta vez não deu certo. Seremos firmes e constantes e experimentaremos a glória do Senhor em nosso viver. Quanto à obra de Deus, o texto citado é suficiente em si mesmo. Nosso trabalho no Senhor não é vão. Deus está vendo cada esforço nosso naquilo que fazemos para Sua Glória. Nossa maior recompensa será gozarmos de Sua presença restauradora cada dia. Cada passo dado, cada oração feita, cada esforço empreendido não caem no vazio, mas são ofertas aos pés daquele que tudo ofertou por nós, Jesus Cristo. Creio firmemente que vivemos em um tempo onde Deus espera encontrar homens e mulheres firmes em seus valores e propósitos. Que não desistam de amá-lo e servi-lo com intensidade, pois, o que nos aguarda excede toda expectativa. Ouse ser perseverante. Ouse invadir a intimidade de Deus em oração. Ouse desafiar suas crises.

SEMPRE FIRMES E CONSTANTES. NOSSO TRABALHO NO SENHOR NÃO É VÃO

Soli Deo Gloria

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

4 comentários:

  1. Eu li que Winston Churchill repetiu três anos para chegar até a oitava série porque tinha dificuldade em aprender Inglês. Em uma espécie de ironia, anos mais tarde, no meio da Segunda Guerra Mundial a Universidade de Oxford pediu ao então primeiro-ministro Churchill para fazer um discurso em uma cerimonia de graduação. Vestido com seu melhor terno chegou ao auditório onde a cerimonia seria realizada; com seus adereços habituais, um charuto, uma bengala e uma cartola. Quando Churchill se aproximou da plataforma, a multidão se pôs de pé em aplausos. Ali de pé olhando muito digno, ele acalmou a multidão e pediu-lhes para se sentar.
    De pé com confiança diante da grande multidão de admiradores, ele tirou o charuto e colocou a cartola de lado. Então, Churchill olhou para a plateia que incluía alguns dos estudiosos mais notáveis do mundo. Com um tom autoritário em sua voz, ele começou com duas palavras: "Nunca desista!" Vários segundos se passaram sem ele dizer uma palavra. Finalmente, ele repetiu as mesmas duas palavras mais uma vez: "Nunca desista!" Houve um silêncio ensurdecedor, enquanto Churchill pegou seu chapéu e seu charuto, firmou-se com a bengala e saiu da plataforma. Seu discurso de formatura estava concluído.

    Não deixe o diabo convencê-lo a desistir. Mantenha-se focado nos planos de Deus, e Ele vai cumprir suas promessas e equipá-lo com perseverança. Lembre-se que com Deus, nada é impossível.

    Pr. Aldenir Araújo - O Pregador

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente que a coisa mais difícil é perseverar, principalmente quando falamos de igreja, pois vivemos um período sem precedente na igreja brasileira, se assim podemos dizer.
    Vivenciamos um período de êxodo entre os fiéis, que sem qualquer causa plausível fogem para outras igrejas, atraídas por líderes inescrupulosos e sem ética, que por meio de promessas atraem-os para seus currais.
    Quando isso ocorre, sem dúvida a nossa perseverança fica abalada, logo precisamos recorrer ao nosso Deus, que sempre nos atende, mas na maioria das vezes, mesmo cuidados por Deus, a nossa ferida permanece aberta, por fomos traídos por pessoas que confiávamos, digo dos membros e não dos pastores falsos.

    ResponderExcluir
  3. Verdadeiro conflito quando algo não é alcançado e aquilo vem tomando o espaço de minha mente como que dizendo - voce é derrotado não conseguiu, não adianta não conseguirá. Através do texto lido pude observar que o diabo vem atormentando sempre a minha mente. E aprendi que a perseverança é a resposta que darei aos inimigos que apesar da demora irei avançar, progredirei e mostrarei o meu sucesso.
    Obrigado pelo texto.

    ResponderExcluir