06 maio 2013

EUNICE - MULHER QUE FEZ A DIFERENÇA




Gostaria de compartilhar com os amados colegas e irmãos o sermão que pregarei no próximo domingo dia 12 de maio de 2013. Dia das Mães.







                                               EUNICE – MÃE DE UM PREGADOR
                                                         II TIM. 1:5           
 Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti”.

INTRODUÇÃO

A Palavra de Deus nos fala de várias mulheres e muitas delas com características respeitáveis. Não temos muitas menções de mulheres no Novo Testamento, mas quando são mencionadas trazem em sua maioria um estigma de preciosidade. Dentre estas mulheres mencionadas no Novo Testamento poderíamos falar de Febe a diaconisa que trabalhou incansavelmente na obra. Por que não lembrar Priscila que é mencionada antes de seu marido Áquila em 03 das 05 passagens do Novo Testamento? Mulher que juntamente com seu marido tiveram o cuidado de tomar Apolo, cristão fervoroso e eloqüente pregador, e cuidaram para que ele fosse mais bem instruído no caminho do Senhor? Poderíamos falar das mulheres que não tiveram seus nomes mencionados, mas que serviram pessoalmente ao Senhor Jesus.
Lídia, mulher rica que foi alcançada pela graça de Deus e teve seu coração aberto pelo Espírito Santo e serviu ao Senhor abrindo as portas de sua casa para pregação do Evangelho e com certeza ofereceu seus bens para propagação da mensagem do Reino de Deus.
Poderia ficar algum tempo falando sobres essas mulheres maravilhosas que em nada desonram o nome do Salvador, mas vou me deter em uma chamada Eunice.
Eunice era uma mulher judia devota que provavelmente foi salva através do ministério do apóstolo Paulo. Não se conhece nada sobre seu esposo. Procurou guiar seu filho, Timóteo, nos caminhos de Deus, é mais bem conhecida pelo impacto de sua vida sobre a de seu filho.
Vamos ver algumas características sobre Eunice.

 1 – ERA UMA MULHER DE DEUS

A – Sua vida impactou a vida do apóstolo Paulo.
Paulo ao mencionar Eunice para Timóteo o faz com alegria e prazer. Paulo escreve sua 2ª carta a Timóteo entre 63 e 64 D.C. Escreve para um jovem pastor que lutava para se firmar no ministério com sua pouca idade. Timóteo era propenso a doenças e tinha temperamento tímido. Diante desse quadro Paulo diz: “olhe para sua mãe como exemplo de fé”. Depois de 2000 anos de cristianismo achamos que ser cristão em um país onde não existem perseguições abertas ao cristianismo é fácil. Mas vale lembrar que no ano 63 ou 64 da era cristã o imperador era Lúcio Domício Enobarbo, nada menos que Nero. Um dos homens mais cruéis que já existiram neste planeta. Paulo encontra em Eunice uma fé inabalável que impacta sua vida e o alegra, pois, havia alguém que empunhava a bandeira do evangelho sem a deixar cair.
O mundo precisa de Eunices neste século XXI. A igreja precisa de mulheres como Eunice que sejam exemplos de fé para outros. Temos visto sim muitas mulheres que não são exemplos de nada e de ninguém. Minha irmã existe um clamor que diz: “Onde estão as Eunices de Deus?”.
Nossos jovens precisam ser impactados diante do exemplo de mulheres que acima de tudo possuam uma fé inabalável no Senhor. Mulheres que não temem as más notícias. Mulheres que se comportam com equilíbrio diante das incertezas da vida. Mulheres que como mães têm o que mostrar e demonstrar aos seus filhos.

B – Eunice Tinha Grande Estima Pelas Escrituras.

Eunice tratava com respeito a Palavra de Deus. Tinha-a em grande estima, isto é, tinha como relevante para sua vida pessoal e familiar. Ninguém pode ser louvada pela fé que possui dissociada da Palavra de Deus. Hoje não temos encontrado mulheres que se dedicam ao estudo da Palavra em nível pessoal. Mulheres que se deleitam com as Escrituras e têm o que compartilhar com os seus.
Uma das máximas da Reforma Protestante foi Sola Scriptura, ou seja, somente as Escrituras. Precisamos resgatar o Sola Scriptura na igreja do século XXI e acredito mesmo que isso se dará, muitas vezes, através de mulheres compromissadas com a Palavra. Conheci pessoalmente várias mulheres que marcaram sua geração porque eram amantes da Palavra. Eunice levou a sério as Escrituras Sagradas a ponto de exercer uma influencia benéfica em seu filho Timóteo.
A senhora que é mãe ou você que sonha em ser, qual o destaque dado às Escrituras em sua vida? Que tipo de influência a senhora exerce sobre sua família? Quando a irmã executa a disciplina em seus filhos o faz baseado na Palavra. Se assim não for não haverá proveito algum.
D. L. Moody disse a respeito da Bíblia: “Ou este livro me afastará do pecado ou o pecado me afastará deste livro”.
A igreja precisa urgentemente de mães/mulheres que amem a Palavra. A igreja precisa de mulheres que ao abrirem suas bocas comuniquem a vontade de Deus no poder do Espírito Santo.

C – Eunice Sabia Que a Piedade Fundamentaria a Responsabilidade e   
       Não que a Responsabilidade fundamentaria a Piedade.

Eis aqui um princípio que toda mãe deveria guardar no fundo de sua alma.
A piedade deve ser o alicerce da responsabilidade. Piedade quer dizer:
Amor e respeito às coisas religiosas; religiosidade; devoção”.
A devoção a Deus deve ser a base de nossa responsabilidade. O temor a Deus deve ser a pedra angular sobre a qual construiremos o edifício da responsabilidade. Toda responsabilidade deve ser conseqüência de minha devoção a Deus, pois, em última instância será a Ele que prestarei contas de minha vida e decisões. Porque verei o Senhor face-a-face então assumo responsabilidades nesta vida. Com isso quero receber a aprovação do Pai e não dos homens. Quando todos se voltarem contra minha vida por ter assumido responsabilidades para glória de Deus, será realidade em mim o salmo 23:4 “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam”. Sim haverá consolo e proteção na hora da angústia.
Minha irmã não tema assumir as responsabilidades na vida. Isso é necessário. Mas saiba qual é a real motivação- o temor a Deus.

II – EUNICE CONHECEU O ÊXITO ESPIRITUAL EM SUA VIDA.

A – Este Êxito Pode Ter Sido Conseguido Apesar das Circunstâncias do Lar.

Ninguém está afirmando que ser mãe e ser casada é algo fácil e despreocupado. Nunca uma função foi tão menosprezada como esta. Função fundamental, mas pouco apreciada por muitas mulheres hoje em dia. Muitas mulheres estão abdicando da maternidade e de seus lares em troca da ascensão profissional. Em muitos casos exige-se que a mulher trabalhe fora para completar a renda familiar. Isso, se necessário, deve ser feito. Mas implica em uma dupla jornada de trabalho. Mesmo com uma profissão rentável o ser mãe é imprescindível. Aqui vale lembrar um pensamento de um executivo de uma grande empresa: “Nenhum sucesso profissional vale o fracasso familiar”.
Às vezes as circunstâncias em família são complicadas e não saem do jeito que planejamos. Outras vezes é o inesperado que nos assedia. Minha Irmã mesmo que as circunstâncias do seu lar não sejam 100% favoráveis, a irmã é chamada a continuar, a batalhar pela vontade de Deus e acima de tudo ver a glória de Deus em sua vida.
Gostaria de lembrar Suzana Wesley. “Ela criou dezenove filhos e dedicava tempo para cada um individualmente. Quando sua casa pegou fogo e João Wesley foi salvo naquele incêndio, ela disse: Este é um tição tirado do fogo. Deus um plano especial para este menino. Dedicou mais tempo para João Wesley e este em sua época foi instrumento de avivamento na Inglaterra fundando o metodismo”.

B – Eunice Prova Que é Possível Ser Uma Cristã Exemplar Só ou Com um
       Companheiro não Cristão.

Pastor eu sou só em minha casa. A fé está somente em minhas mãos. Como é difícil suportar tudo sozinha. Minha irmã tudo isso é verdade, mas não deve ser fatalidade ou fatalismo. Porque estou só necessariamente devo me comportar erroneamente? A mulher pode estar só em relação à fé. Seu marido pode ser indiferente para com as coisas Deus. Mas vale lembrar que temos a companhia de Cristo todos os dias de nossas vidas até o final. A Palavra nos diz que: “Jamais te deixarei, jamais te desampararei”.
Tenho acompanhando vidas de algumas mulheres cristãs que se recusam de abrir mão de ser cristã mesmo diante das piores dificuldades. São mulheres de fibra e determinação. Conheci pessoalmente uma irmã. Seu nome é... . Ela pessoalmente me disse: “Pastor Luiz, uma das piores coisas para mim é ter que manter relações sexuais com meu marido quando ele está alcoolizado. Aquele cheiro de bebida me provoca vômito. Mas eu não me nego a ele, pois, não quero que ele dê alguma desculpa do porque ele ainda não se entregou nas mãos de Cristo. E se ele morrer antes disso não serei culpada de nada. Há alguns anos atrás ela me ligou dizendo: Pastor meu marido se converteu. Agora é do Senhor”.
Minhas irmãs aquela mulher lutou tendo quase tudo contra si. Teve dois filhos com comportamentos sexuais disfuncionais (pelo padrão bíblico), um esposo alcoólatra, uma família dividida, mas mesmo assim perseverou e lutou com as armas do Senhor. Revestiu-se do Senhor e da força do Seu poder.

III – EUNICE NÃO ERA UMA MULHER APEGADA A NADA.

A – O Apego É Uma das Maiores Causas do Sofrimento.

B – Quando Deus Chamou Timóteo (através de Paulo), Ela Não Segurou.

B1 – Eunice Sabia que seu filho Timóteo era jovem.
B2 – Eunice Sabia que Seu filho tinha constituição física fraca e adoecia facilmente.
B3 – Sabia que Somente Deus poderia dar êxito para Timóteo.

IV – EUNICE HAVIA ENSINADO A SEU FILHO QUALIDADES ESPECIAIS.

A – Havia lhe ensinado a obediência. (I Tm. 1:1-4, 18)
B – Havia lhe ensinado dedicação/disciplina a uma tarefa difícil.
(I Tm. 4:12-16)
C – Havia lhe instruído em uma vida santa. (I Tm. 6:11-14)
D – havia lhe ensinado a amar e a ser sincero com os outros.
(II Tm. 1:1-4)
E – Havia lhe ensinado a ser fiel. (II Tm. 4:9, 10 e 21)

Conclusão
Eunice mostra o impacto de uma mãe, assim como a importância de instruir bem os filhos e de inculcar-lhes um bom caráter. A boa tarefa que Eunice fez como mãe e a razão pela qual a conhecemos através do ministério de seu filho pregador.
QUE DEUS ABENÇOE CADA MÃE NESTE DIA.


 Que mulher é essa?
Que mulher é essa
que não se cansa nunca,
que não reclama nada
que disfarça a dor?
Que mulher é essa
que contribui com tudo,
que distribui afeto,
tira espinhos do amor!
Que mulher é essa
de palavras leves,
coração aberto,
pronta a perdoar?
Que mulher é essa?
que sai do palco,
ao terminar a peça,
sem chorar!
Essa mulher existe,
sua doçura resiste,
às dores da ingratidão,
resiste à saudade imensa,
resiste ao trabalho forçado,
resiste aos caminhos do não!
Essa mulher é MÃE,
linda, como todas são.

Fonte: Ivone Boechat

Um comentário:

  1. Não poderia deixar de parabenizar a Linda mensagem sobre as mães.
    Deus continue abençãndo seu ministério. abc.

    ResponderExcluir