09 janeiro 2011

VENCENDO NA ADVERSIDADE

“Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações; Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência. Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma”. Tiago 1:2-4

Adversidade – Do latim adversitate - Substantivo feminino 1. Contrariedade, aborrecimento. 2. Infelicidade, infortúnio, revés. 3. Qualidade ou caráter de adverso. Adversidade deriva do adjetivo Adversus do latim que quer dizer: hostil, inimigo; contrário. Desfavorável. Essa pequena palavra em nossa língua materna vem carregada de significado e importância. Ela aponta para aqueles momentos em que o adversus sai do dicionário e entra em nosso dia-a-dia. Quantas vezes ela bate à nossa porta e nos cobra uma postura diferente das que habitualmente tomamos. Adversidade sempre existirá nesse mundo caído. Porque este mundo está manchado pelo pecado, muita coisa não sairá conforme planejamos ou sonhamos. Mas o mais importante não são os momentos adversos, mas a maneira como os tratamos, como reagimos a eles. Fatos desagradáveis poderão acontecer. Infelicidade pode ser muito bem uma realidade. Fatores contrários podem se apresentar diante de nós. Nossas reações ao adversus vão dizer se sairemos das crises da vida em crescimento pessoal, mas equilibrados para a vida, mais pertos do Criador ou se sairemos para dentro de uma depressão, síndrome do pânico ou algo parecido. Temos vivenciado uma geração que mais toma remédios na história da raça. Para quase toda dificuldade há uma droga que atinge uma área do cérebro buscando o equilíbrio. Mas também somos talvez a geração mais sem conteúdo necessário para enfrentarmos o adversus da vida. Como o conteúdo, a maneira como devemos encarar a adversidade não está presente, corremos o risco de nos tornarmos dependentes dos antidepressivos, ansiolíticos para nos vermos livres de situações adversas. Creio que em alguns momentos essas drogas são necessárias e devem ser utilizadas, mas por um período muito prolongado o risco da dependência se faz presente. Martin Luther King disse: "A verdadeira medida de um homem não é como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e desafio". Para nos mantermos equilibrados e sem perdermos o sabor da vida nos momentos de adversidades é preciso construirmos nossos muros e limites antes. No meio da adversidade não seremos capazes de construir nossas resistências, mas só poderemos utilizar aquelas que já estão prontas.

Tiago usa um advérbio de tempos para nos alertar sobres as adversidades. Ele diz que de tempos em tempos passaremos por provações. Nem tudo será calmaria em nossas vidas, mas que podemos aguardar períodos de provas e adversidades. Assim sendo, nada melhor do que estarmos prontos para elas. E o mais interessante neste texto de Tiago é ele utilizar expressões para provações que implicam em testes que não são esperados. Situações adversas que nos pegam de surpresa. Até nesses momentos o Senhor tem provisões para todos nós.

Precisamos nos voltar para Palavra de Deus que nos orienta a confiarmos nEle nos momentos adversos. A Bíblia nos diz que em tudo o Senhor Deus trabalha para nosso bem. Tudo está diretamente ligado à soberania de Deus. Para quem já se entregou nas mãos poderosas de Cristo, Suas virtudes estão disponíveis. Deus quer nos fortalecer e ajudar no meio das adversidades. Com Ele passamos por elas em pleno equilíbrio e sensatez.

AS ADVERSIDADES DEVEM NOS LEVAR PARA MAIS PERTO DE DEUS.

Soli Deo Gloria

Pr. Luiz Fernando Ramos de Souza

10 comentários:

  1. Interessante a tradução Almeida SSB revista e atualizada:Tg 1:3,4 "...sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejas perfeitos e integros, em nada deficientes"
    Em outras palavras, podemos entender que a perseverança é o nosso permanecer na fé e que este permanecer na fé deve ter uma ação completa. A prova vem para que possa produzir algo e pode produzir algo somente quando ela terminar no tempo e na hora estabelecida.
    Pr. Matteo Attorre

    ResponderExcluir
  2. A paz do Senhor amado.
    Gostaria de mais uma vez parabeniza-lo por tão sábias palavras que nos ensina a retrocedermos quando necessário e avançarmos tembé se preciso.Há muito que fazermos mas, tudo dentro do tempo do Senhor que nos ensina a vivermos não em conformidade com o mal mas saber quando Jesus nos sinaliza e então conquistamos o prometido e sobrevivemos aos desalentos.Um forte abraço nobre coléga e querido irmão pr. luiz Fernando.
    Com afeto ,pr. joõao Ferreira.

    ResponderExcluir
  3. Prezado colega Pr. Matteo,
    suas observações são muito pertinentes. Realmente Tiago alista 05 benefícios das tribulações quando se apresentam e isso é porque o Senhor está coordenando todas as coisas.
    Um grande abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  4. Prezado Pr. João Ferreira,
    agradeço suas palavras de carinho e incentivo. Somente Deus pode nos conceder sabedoria nas horas de adversidades.
    Deus o abençoe ricamente.
    Um forte abraço
    Em Cristo

    ResponderExcluir
  5. Pastor,
    DEUS te abençoe pelas belas palavras que nos faz caminhar dia a dia com mais sabedoria e equilibrio.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Olá Pr. Luiz!!!!

    Bom dia!

    Paz do Senhor,

    Este blog é uma bênção, traz a realidade da Palavra de Deus vivida em nossos dias.

    Parabéns Pastor,

    Somos seguidores,

    Qdo puder nos visite, será uma honra.

    http://herdeirosdedeushd.blogspot.com/
    Abraços
    Suely REzende
    Ministério de Louvor Herdeiros de Deus

    ResponderExcluir
  7. Irmão Werton,
    realmente o que mais estamos precisando na vida é de equilíbrio. Que o Senhor nos conceda sempre a sabedoria de Sua Palavra.
    Um abraço
    Em Cristo
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  8. Prezada irmã Suely,
    agradeço as palavras de incentivo. Já visitei seu blog e estou seguindo. Continue a ser luz neste mundo.
    um abraço
    Em Cristo
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  9. É com grande prazer que estou acompanhando este blog, ja o acompanhava na tv {rede super}.gostaria de aproveitar a sabedoria e inteligencia do irmão, se possivel,com algumas perguntas teologicas{não será nenhum questionamento, só querendo ter uma opinião de alguem qualificado}, se for possivel ficarei grato. paz em CRISTO.

    ResponderExcluir
  10. Prezado irmão Magela,
    sua visita ao blog o enriquece muito. Quando quiser trocar algumas idéias é só mandar um email ok?
    Um forte abraço
    Em Cristo
    Pr. Luiz Fernando

    ResponderExcluir