30 abril 2010

COMO AGENDAR



Caros irmãos, o Senhor Jesus, por sua graça, me chamou para o ministério de pregação e ensino da sua Palavra. Principalmente tenho ministrado na igreja local onde sou pastor presidente. Tenho sido convidado para vários eventos em, igrejas, congressos, seminários, conferências, workshops e outros.
Muitas igrejas, de várias localidades, generosamente têm me convidado, através de seus representantes, e quando consigo alinhar esses convites com minha agenda tenho atendido. Muitas vezes não consigo atender a alguns convites por algumas razões que enumero abaixo. Peço aos amados irmãos que desejarem me convidar para ministrar a Palavra do Senhor em suas igrejas ou eventos que observem as seguintes condições:


1. O convite precisa ser feito com antecedência. Normalmente convites sem agendamento prévio e feitos em cima da hora são impossíveis de serem aceitos. Raramente coincidem datas desse modo.

2. Eventos fora do Estado - São imprescindíveis os meios de transportes (Passagens aéreas por exemplo). Quanto aos convites para cidades de Minas Gerais, faz-se necessário o custeio do transporte (as passagens de ônibus, custos com transporte particular - carro próprio ou disponibilização de transporte por parte da igreja).
3. Geralmente os convites abrangem mais de um dia de permanência em outros locais, diante disso, peço que a direção da igreja providencie hospedagem em hotel, haja vista eu precisar de um lugar reservado, funcional, a fim de que possa buscar a Deus, meditar em sua Palavra, repousar, etc. Isso não é exigência, mas necessidade de quem é convidado para ministrar a Palavra do Senhor. Muitas vezes a hospedagem em residência de algum membro da igreja ou mesmo do pastor da igreja rouba a liberdade da família, muda seu modus operandi e restringe a liberdade de todos.

4. Não cobro nem exijo valores pré definidos de ofertas. Normalmente quando sou convidado as igrejas, ministérios etc têm sido liberais e generosos em relação a oferta para o pregador. Tenho aceitado tais ofertas haja vista os custos com deslocamento, o tempo investido, o distanciamento da família (em muitas ocasiões os convites não são extensivos à família), a ausência na igreja local, desgastes, aquisição de livros, outros, etc. E, como o termo oferta sugere, não existe valor estabelecido. Fica a critério da igreja, que deve contribuir com liberalidade, valorizando o ministério da Palavra sem que haja a necessidade de estabalecimento de cachê por parte do expoente.
5. Para obter maiores informações e consultar possíveis datas, favor enviar um e-mail para prluizfernando1@gmail.com ou prluizfernando@pop.com.br ou ligar para (31) 9196.7035




23 abril 2010

AS SEMENTES DO MAL

"Amado Pastor Carlos Roberto,

Em algum momento do ano de 2002, eu, alguns familiares meus, e um ministro do evangelho com familiares, nos reunimos para assistir a uma palestra do Pastor Silas Malafaia.
O título da fita, “As Principais Características de Um Verdadeiro Pastor”, sugeria um silogismo, quando entendíamos que havia uma premissa maior, que era o fato do palestrante ser um ungido do Senhor, um pastor, um ministro do Evangelho. A premissa menor era que o palestrante possuía aquelas características principais.
Desta forma, concluímos que o palestrante, Sr. Silas Malafaia, era um Verdadeiro Pastor. Era assim que o víamos.
Ali estava o Pastor Silas, em mais uma das suas peripécias doutrinárias, constrangendo-se à medida que alguns líderes davam-lhe as costas, ausentando-se da platéia por entenderem que o palestrante, adotando uma presunçosa postura professoral, queria ensinar-lhes o que sabiam de sobejo.
Soubemos, posteriormente, através do pastor que nos acompanhou, que aqueles que ficaram até ao final da apresentação e que estavam próximos aos que se ausentaram, criticaram, com discrição e recato devidos, a performance do palestrante. Nosso ícone abusara do lúdico, transformando o assunto tão importante em mera diversão, em distração.
Não conhecíamos, ainda, a tradução de “A fish out of water”, magnífica obra de George Barna (CPAD), mas ali estava o nosso Silas, já um ícone, todavia sem a hodierna projeção midiática a nível nacional como um líder, ainda, não desperto.
Barna, em seu texto, nos fez entender que para ser um líder eficaz nós precisamos possuir cinco dimensões de liderança: chamada, compreensão, caráter, competências e conseqüências.
Hoje, o abençoado pastor pode estar certo de que cristãos autênticos, não apenas assembleianos concordam com o fato de que o Pastor Silas é, sem dúvida, um homem de Deus. No entanto, faltam-lhe hoje: o reconhecimento de que, em termos de caráter na liderança, o mínimo exigido é imitar Jesus; a compreensão do que é ser um líder verdadeiro; o entendimento das conseqüências desta sua atual postura como um ministro-líder do Evangelho. Restam-lhe apenas o chamado e suas indiscutíveis competências.
Lamentamos e também nos envergonhamos quando relacionamos a sua conduta atual àquela palestra, na qual acentuou versículos do capítulo 6 da primeira carta de Paulo a Timóteo, com ênfase no versículo 10.

Meu Deus! O pastor Silas não percebeu, ainda, que conforme os capítulo 4 e 5 dessa mesma carta, o Sr. Mike Murdock, assim como o Sr. Morris Cerullo, ambos enfatuados, está criando cizânia - contenda de palavras, inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas e altercações sem fim? Jesus! O “apóstolo das gentes”, tão enaltecido pelo Pastor Silas em suas prédicas e livros, compara no capítulo 6 com “clareza solar”, as funestas conseqüências do afogamento na ruína e perdição, de um homem que quer enriquecer, à descida de uma carroça, ladeira abaixo e sem freio. Como o senhor disse: Que Deus seja misericordioso conosco.
Que Deus não permita que ovelhas venham a se ferir, posteriormente, depois de adquirir Bíblias a R$ 900,00 e de se associar ao tal “Clube de 1 milhão de almas” mediante a “sementinha” mixuruca de R$ 1.000,00. A decepção será muito grande, pois iludidas pelas inverdades e promessas desta malfazeja teologia da prosperidade (nunca em maiúsculas), praticarão “atos de fé” que as deixarão mais endividadas. E não pense em restituição, pois qualquer tentativa de recuperação encontrará como causídicos dos articuladores de ambos os “projetos” (?) o “livre arbítrio” (deu espontaneamente – ninguém o/a obrigou) e as considerações sobre aqueles únicos privilegiados – os que têm fé. A responsabilidade pelo “receber ou não” a benção pretendida está condicionada à “existência ou não” da fé por parte do incauto investidor (é uma aplicação de alto risco).
O Dr. Cícero Augusto Duarte, em 2003, como membro da Igreja Batista em Sabaúna – Mogi - SP e assessor jurídico da Aliança Evangélica Brasileira diz, em sua obra “IGREJAS NA MIRA DA LEI” que o trato com o dinheiro é objeto de tutela civil e também na esfera criminal.
Pior para nossas igrejas é o dissabor causado pela exposição pública da igreja e o prejuízo moral que será registrado quando do pedido de devolução na Justiça da “sementinha”, por ter havido um constrangimento emocional ou psicológico ou por uma promessa ou garantia de que aquela doação teria um retorno em uma espécie de “bônus espiritual”. Só Jesus!

Pastor Carlos; precisamos fazer com que nossas vozes sejam ouvidas para alertar o povo de Deus para este embuste que tem inicio em pregações que partem de uma revelação de Deus e tem seqüência na admoestação àqueles que colocarem em dúvida a palavra de Deus, o que seria pecar contra o Espírito Santo (!?) É quando falam de um “novo de Deus” que assinala a não aceitação como ação demoníaca. O Dr. (?) Murdock é vezeiro em restringir o ótimo a padrões por eles estabelecidos, ou seja, o padrão vigente, como por exemplo, as 58 chaves da sabedoria que desvendam os segredos da Liderança de Jesus; os 7 segredos incríveis no relato da pesca orientada por Jesus e agora os incautos terão l059 chaves de sabedoria.
Ele burla a própria hermenêutica quando mantém os talentos da Parábola como moeda grega à época, quando deveria repassar conhecimentos de figuras de retórica, demonstrando que o fulcro da mensagem eram os talentos, dons naturais concedidos pelo Senhor que devem ser multiplicados.
Perdoe-me pelo que lhe roubo de tempo em atentar para meus ditos.
Minha intenção é demonstrar minha solidariedade com a apreensão dos egrégios pastores quando identificamos técnicas e métodos psicológicos que estão sendo usados para sugestionar as pessoas que buscam nossas igrejas para encontrar soluções para seus problemas de ordem moral e social.
As pessoas querem eliminar perturbações psíquicas, excitações nervosas, tensões, angústia e outras, decorrentes de ações do maligno. Jesus é o único que propicia ao individuo o controle de suas emoções, ajudando-as a enfrentar os problemas da vida e, pelo seu amor, resolve-los. A crença em Deus virá pela fé.
Enquanto isso, certas pessoas, estas também, sob os auspícios de satanás, procuram sugestionar as que padecem desses males, procurando obter que uma idéia qualquer, que inspirem solução prática, se instale no indivíduo que, vivenciando seus problemas, se torna sugestionável.
A idéia da sementinha e da Bíblia a 900,00 passa diretamente à categoria de crença e de fato decidido sem que haja controle de sua consciência pessoal.
Esses pseudo-salvadores se dão bem quando obtém absoluta submissão e obediência cega às suas sugestões, aos seus propósitos (sugerencias). A crença em Deus, então, vem pelo logro, pela burla. Esta é a sua, a minha, e deve ser a nossa preocupação maior.
A tática dos teologastros da prosperidade é iniciar uma catarse (limpeza da alma), fazendo com que os que sofrem rememorem os fatos que estão provocando aqueles males e, posteriormente utilizam a antiga técnica da sugestionabilidade.
Os avessos e arredios ao crescimento em sabedoria, esquecendo-se de Jesus quando ouvia e interrogava os doutores, não observam, como o Dr. Lucas observou, em Lc 2:52, o desenvolvimento integral da pessoa do Senhor Jesus: desenvolvimento espiritual (graça), social (estatura) e intelectual (sabedoria).
O desenvolvimento espiritual, como o social é indispensável, mas não podemos abdicar do imprescindível desenvolvimento intelectual para realizarmos, eficazmente, a obra do Senhor. No prólogo de Provérbios, Salomão chama de loucos aqueles que desprezam a sabedoria e o ensino (Pv 1:7b).
Por esta razão, muitos dos cobiçosos, tentados pelo maligno, atraídos e seduzidos pelas recompensas (as Evas coevas) sugeridas pelo Sr. Mike Murdock, dirão:
Estão falando mal do Pastor Silas e esquecem a palavra de Deus em Jr 23:2 –
“... Eu cuidarei em vos castigar a maldade das vossas ações, diz o Senhor".
Pastor deixe-me, com autoridade corrigi-los (a):
Falar mal é maldizer; é dizer mal; é espraguejar e difamar - a ação procede da maledicência, que é condenada por Deus (Tg 4:11-12).
Para governo daqueles irmãos "sugestionáveis" digo que o eminente pastor Carlos, assim como eu, não procederia desta forma, pois estaríamos agindo de forma atoleimada, pecaminosa e condenável perante o Senhor das nossas vidas, ao desairarmos um anjo da Igreja.
O que fez o insigne homem de Deus, e o que estou fazendo, é OBVIAR O MAL o que difere totalmente de FALAR MAL.
Ombreamos para praticar uma ação inteiramente voltada para aqueles que não vigiam, desatentos, desacautelados e até displicentes. Obviar é alertar, prevenir, acautelar, opor-se e resistir ao mal sorrateiro e dissimulado, sem qualquer intenção de censurar - a ação tem procedência na obviedade.
Lembro-me de que as epístolas paulinas têm o propósito único de OBVIAR o mal, como a endereçada a "todos" os amados de Deus que estavam em Roma, em que os admoesta quanto "aos que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprenderam; AFASTAI-VOS DELES" e nos adverte quanto aqueles que servem ao seu próprio ventre e enganam o coração dos incautos com suaves palavras e lisonjas (Rm 16:17-18).
Chego a admitir que toda a Bíblia OBVIA o mal, até porque, todos sabemos que o mundo jaz no príncipe do mal.
Paulo também OBVIOU o mal, que poderia advir dos falsos ensinos com filosofias e vãs sutilezas (Cl 2:1), e a Timóteo advertiu quanto aos falsos crentes, os Himeneus, e os Morris Cerullos, digo, Mikes Murdocks, digo, Filetos, cuja linguagem corroia como câncer (2Tm 2:16-17)..
O autor de Hebreus adverte-nos sobre o perigo da negligência, para que não nos desviemos e não aceitemos coisas faladas por “anjos” (atualmente de naturalidade norte-americana) em Hb 2:1-2)
Depois vem Pedro, OBVIANDO o mal procedente dos falsos mestres, seu caráter, obras e justo castigo. Esses tais, OBVIOU Pedro, estariam por introduzir, no meio do povo, dissimuladamente, heresias destruidoras, trazendo para si mesmos, repentina destruição (2Pe 1-22).
Não há como negar - há profecias bíblicas contra os maus líderes e contra os líderes infiéis, Todavia, pastor, eu tenho excelentes notícias para estes que, podem até ocasionar a dispersão das ovelhas do rebanho do Senhor. Refiro-me aos estúpidos que não irão prosperar, segundo a visão de Deus para Jeremias em Jr 10:21 e que recalcitram, com veemência, até atemorizando os fiéis, quando interpelados, dizendo que só Deus pode julgá-los pela maldade das suas ações.
Vou continuar OBVIANDO o mal:

Pastor Silas Malafaia, acautele-se! Tem morte na panela, ó homem de Deus! (2Rs 4:40) Os pepinos dos Murdocks e Cerullos (colocíntidas) são venenosos! Deita farinha na panela! (41) e, pelo amor de Deus, SE FOR DIRIGIR, NÃO BEBA (Ef 5:18) Ah, sim, ia esquecendo-me da boa notícia. O mal que acompanha a má liderança, a infidelidade pastoral, é OBVIÁVEL, isto é, pode ser remediado, reprimido e obstado, mediante uma liderança eficaz, somente alcançada se imitarem JESUS, o maior líder que este mundo já conheceu e que, graças a Deus, ainda é conhecido por muitos homens submissos à vontade do Pai - que O obedecem incondicionalmente, que nEle confiam cegamente e que, eternamente são gratos a Ele. Em suma, que não são simples servos, mas amigos do Senhor.
Paro por aqui, certo de ter obviado o mal que, em nome de Jesus, não virá a ocorrer."

Alberto Couto Filho Formado em Ciências Administrativas, Ciências Contábeis e em Ciências Econômicas Membro da Comunidade Evangélica até aqui nos ajudou o SenhorEmbarie – Duque de Caxias – RJ Sob a responsabilidade do Pr. Paulo Roberto Nogueira Gonçalves E-mail:
albertocoutodco@gmail.com

Fonte:

Excelente blog do Pr. Carlos Roberto Silva

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

19 abril 2010

POR QUE ELE FICOU NERVOSO?


POR QUE ELE FICOU NERVOSO?

Quando o Sr. Malafáia desfere impropérios contra aqueles que o criticam é porque está se sentindo muito incomodado. Se ele estivesse certo daquilo que tem feito nunca se incomodaria com aquilo que tem aparecido principalmente na blogsfera. A reação de milhares de cristãos em relação às atrocidades perpetrada por este tele pastor nada mais é do que um grito de basta a essa forma de querer impor mentiras à igreja. Quando ele aceita as palavras dos Srs. Cerullo e Murdock como profecias somente está confirmando sua falência teológica e Bíblica. Será que as centenas de blogueiros que criticam o Sr. Malafáia e dentre eles pastores sérios de dento da própria Assembléia de Deus que ocupam cargos de destaques dentro da denominação, são todos desocupados, fracassados e inúteis?

O Sr. Malafáia vem se referindo aos seus pares em termos chulos e impróprios a quem deseja ser porta-voz de Deus. Sr. Silas Malafáia, que é useiro e vezeiro dos meios de comunicação para promover campanhas absolutamente estranhas à sã doutrina, com promessas, inclusive contrárias à Palavra, promessas que fazem corar o rosto de qualquer neófito em teologia e mesmo de crentes neo-convertidos, vem ofendendo os críticos de suas doutrinas espúrias nos seguintes termos: “bandidos, pastores fracassados, desocupados, insolentes, falsos crentes, caluniadores, invejosos" e outros adjetivos impróprios a servos de Deus. Creio que ele se sente o dono da verdade e está acima de qualquer suspeita ou acima do bem e do mal. Quando alguém chega nesse limiar na vida está prestes a experimentar uma grande crise existencial. Prov. 16:18 nos diz: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda”. Já não encontra pares que o advirtam nem tão pouco quer dar ouvidos às admoestações que lhes chegam. Ele está tão convicto de seus ensinos que despreza por completo a Palavra que nos diz que a salvação não chega a ninguém por meio de oferta financeira, mas somente pela graça. R$ 1.000,00 não são suficientes para comover em nada Deus. Ofertar financeiramente não atrai em nada a Graça de Deus. Mas acredito que ele foi cooptado por Mamon. Creio que ele vive aquilo que o apóstolo Paulo disse em Filp. 3:19: “cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas”. Mas Paulo continua dizendo nos versículos 20 e 21: “Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, 21 Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas”. Nossa gloriosa esperança está por vir, é a nossa cidade que está nos céus e a transformação de nossos corpos.

Sr. Malafáia diz que aqueles que o criticam são bandidos e que deveriam estar na cadeia. Mas qual blogueiro ou dono de site está adentrando os lares e prometendo milagres por

R$ 1.000,00? Isso sim é assalto e sim deveria ir para a cadeia. Gostaria de saber quantos ofertaram em agosto passado na campanha de Cerullo que não receberam nada? Quantos foram iludidos pelas promessas falaciosas que uma unção financeira seria liberada até janeiro deste ano para aqueles que ofertassem? Por que o Sr. Malafáia, ao se ver endividado por compromissos que somente ele assumiu e quer transferir para igreja, não teve a honradez de vender seu avião de R$ 20.000.000,00 e saldou suas dívidas? Nunca faria isto porque nunca passou por sua cabeça em perder mordomias adquiridas à custa de muito dinheiro que foi ofertado por pessoas incautas e crédulas demais em busca de uma promessa que nunca se cumpriu ou se cumprirá.

Prezado Sr. Malafáia resta-lhe dois caminhos: 1º arrepender-se publicamente e voltar para Sã Doutrina; 2º Processar centenas de irmãos seus inclusive muitos de seus colegas pastores assembleianos que têm discordado frontalmente destes ensinos espúrios exarados de seus programas.

O que me espanta ainda nisso tudo é que a liderança da Assembléia de Deus tem se calado, feito vistas grossas e se omitido diante desse assombroso desequilíbrio. O que me espanta ainda é desconhecer que qualquer outra liderança que tem acesso às mídias de massa também se cala, desconversa e se omite em delatar tais comportamentos.

Perdoem-me pelo tom de indignação. A igreja brasileira já virou um segmento de mercado!

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

14 abril 2010

A MENTIRA NÃO PREVALECE NUNCA



Pr. Davi Silva vem a público em um retratamento sobre suas mentiras espalhadas em várias partes. Disse ter um sério problema com a mentira desde criança e daí não conseguir controlar a mesma durante seu tempo de ministério. Vários testemunhos dados por ele contêm um grande percentual de mentira.

Fico a me perguntar se durante mais de 10 anos ministrando o Evangelho transformador de Jesus Cristo esse não conseguiu moldar e mudar tal postura. Somente depois que o estrago foi perpetrado é que se resolve confessar buscando restauração para uma possível volta no futuro. Isso somente indica que a ética cristã foi preterida por mais de uma década em nome de uma falsidade fútil e revoltante. Tais pessoas apresentam um conhecimento inócuo de Deus e ainda querem ser vozes do Senhor. Ficam a ministrar conferências proféticas, apostólicas etc. e acham que isso resolve. Ganham dinheiro com essas mentiras e empobrecem o povo de Deus. Tais pessoas somente ganham espaço porque as lideranças sem compromisso com a Palavra abrem as portas de seus apriscos para que tais lobos entrem e saqueiem. Pelo vídeo pareceu-me que esse ministério Casa de Davi é muito especial, pois, seu líder afirma que nada foi corrompido, ou seja, as mensagens continuam intactas somente a mentira deve ser retirada. Como saber o grau de mentira misturada com a pretensa verdade pregada? Se os testemunhos são para ilustrar os princípios pregados, então tudo está contaminado. A cara de pau de tais líderes é dizer que possuem palavras proféticas e revelações especiais de Deus. Isso é revoltante. Nenhum ministério tem ou recebe revelações especiais de Deus como se fossem um canal diferenciado para falar da parte de Deus. Tais ministérios para-eclesiásticos somente revelam o fracasso em que a igreja se encontra. A Palavra de Deus deve ser transmitida pela igreja por meio de seus ministros e não por ministérios paralelos. Tais ministérios buscam um destaque especial por trazerem aquilo que julgam ser superior à pregação pastoral na igreja. A igreja e seus pastores precisam acordar para esse fato de que enquanto se satisfizerem com uma mensagem vazia de conteúdo bíblico esses pretensos ministérios florescerão, essas pretensas revelações emergirão e seus líderes se julgarão superiores aos demais.

Tal confissão, pelo vídeo, já prepara o caminho de volta de tal pastor. Ele disse que precisa ser tratado e que ficará até o final do ano afastado para depois voltar. Quem garante que tal afastamento resolve? O apóstolo Paulo se isolou durante 03 anos nos desertos da Arábia após sua conversão para meditar em sua experiência que tivera no caminho de Damasco. Acredito que neste tempo aprofundou seu entendimento sobre Cristo e a Lei e voltou com pelo menos um esboço do seu pensamento que posteriormente veio ser dito em epístolas. Mas o afastamento de tal pastor para mim soa a uma tentativa de limpar a barra do ministério que apregoava muita coisa oca e vazia. Quem crerá em tal pastor no futuro? Será que após seu retorno todas suas experiências serão verdadeiras? Creio que o melhor seria reposicionar tal pessoa na vida profissional e deixá-lo fora do ministério.

Os vídeos mostram claramente que a liderança de tal ministério está aguardando uma palavra do Senhor para o deve ser feito daqui para frente. Por que aguardar tal palavra se já está revelado na Palavra?

Mas há uma coisa boa nisso tudo. A confissão de pecado. Isso destoa em nosso tempo, pois, a maioria comete atrocidades e é incapaz de confessar seus pecados. Espero que outros se aventurem em reconhecer suas mazelas e venham a público confessá-las. Se isso acontecesse e o arrependimento fosse igual ao de Zaqueu, muito dinheiro teria de ser devolvido, muita lagrima teria de ser derramada, muitos apóstolos voltariam a se pastores e muitos pastores deixariam de falar em nome de Deus. Homens mais sábios que a média reconheceriam suas ignorâncias perante a Palavra e várias unções, dentre elas as financeiras, seriam retiradas do ar.

Mas isso é sonho. Somente sonho.

Soli Deo Glória

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

http://www.youtube.com/watch?v=BCpbKAQdXg4 - Parte 02 da confissão.

Neste vídeo abaixo o Pr. Davi demonstra estar sendo incomodado por um anjo. Tire suas conclusões.


13 abril 2010

ENCONTRO DE CASAIS

Prezados Irmãos,

Realizaremos neste sábado - 17/04/2010 - às 19:30h nosso primeiro encontro de casais do ano.
O tema será: MANEIRAS DE DIZER TE AMO.
Nem sempre o que dizemos é aquilo que o outro entende. Será que existe uma só maneira de dizer EU AMO VOCÊ?
Quais as possibilidades do outro me entender? Precisamos compreender a maneira como outro entende a linguagem do amor para podermos comunicar na mesma frequência.

Será na sede da Igreja Batista da Aliança, Rua Ártica, 220 - Bairro Caiçara - Belo Horizonte. Logo após teremos uma confraternização. Veja no site da igreja o mapa de localização. - www.ibalianca.com


Pr. Luiz Fernando R. de Souza
CBN - MG

03 abril 2010

TRÊS MILAGRES POR 1000,00

Mais uma vez fomos atacados violentamente em uma tentativa de espoliação de nosso dinheiro. Mais uma vez Malafaia e seus pares adentraram em nossos lares com promessas não verdadeiras atrás de nosso dinheiro. Tal ataque já tinha sido anunciado há algumas semanas. Malafaia avisou que faria isso quando anunciou que o Sr. M. Murdock participaria de seu programa e para nossa angústia esse programa será reprisado algumas vezes. Como sempre fazem tais vendilhões do templo gospel adentram nossos lares com afirmações de novas revelações por parte do Espírito Santo. Não possuem base bíblica para tais afirmações daí apelarem para novas revelações. Calvino já nos advertia contra tais novas revelações já em 1540 aproximadamente. Lutero disse: “Fiz uma aliança com Deus: que Ele não me mande visões, nem sonhos, nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das Escrituras Sagradas, que me dão instrução abundante e tudo o que preciso conhecer tanto para esta vida quanto para o que há de vir.”

Em agosto de 2009 M. Cerullo veio a este programa e tentou nos convencer a doarmos R$900,00 e assim seria liberada sobre nós uma unção financeira ilimitada até dezembro de 2009. Agora M. Murdock se apresenta tentando nos convencer que se doarmos R$ 1.000,00 três milagres serão liberados em nossas vidas.

Gostaria de comentar algumas aberrações ditas neste programa de 03/04/2010:

1 – A reação a um profeta do Senhor determina a reação de Deus para com o homem.

Em primeiro lugar M. Murdock se coloca na posição e condição de profeta de Deus. Como se tivesse um chamado para ser profeta no Séc. XXI. Esse tipo de afirmação tenta respaldar suas falas e afirmações. Quem é competente para questionar um profeta? Nesta base tais pessoas se valem de uma autoridade auto proclamada e auto assumida e querem empurrar isso goela abaixo para a igreja. A afirmação feita por Murdock é descabida e indutiva. Isso leva o povo a crer que está obedecendo a Deus diretamente. Isso não é e nunca será verdade.
Esse tipo de pensamento e ensinamento coloca Deus como um ser desprovido de soberania, pois, fica aguardando o homem fazer para depois Ele fazer. A Bíblia nos diz que: “
Agindo Deus quem impedirá?” Na Bíblia sempre a iniciativa é de Deus. Deus não reage ao homem. Deus age em relação ao homem e o homem reage à ação de Deus. Você pode argumentar sobre o caso do Profeta Jonas e a cidade de Nínive. Jonas pregou e os habitantes de Nínive se arrependeram, então é lícito concluir que Deus mudou seus planos. Deus nunca muda seus planos. Temporariamente, neste caso, Deus não executou seu juízo, mas 300 anos depois Nínive foi totalmente destruída.

2 – Murdock disse que seu novo livro está cheio de revelações poderosas. Mais parece com o livro mágico do Pr. Uriel do movimento de Boston, que teve uma revelação do livro que o profeta comeu ou se não me engano de um dos livros do Apocalipse, onde um anjo falava diretamente com uma equipe de seu ministério dando o significado de tal livrinho. Tal livro do Pr. Uriel tinha tanto poder que quando alguém tocava nele caia em arrebatamento espiritual. Ao longo do programa do Malafaia, Murdock leu algumas das novas e profundas revelações que recebeu. Mais parece conto da carochinha. Tentou demonstrar uma sabedoria espetacular, mas frontalmente contrária à Palavra de Deus. Ele disse algo parecido com isso: “se você insistir em tomar algo que Deus não lhe ofereceu, Ele tomar de volta o que lhe deu”. Deus, nesta forma de pensamento, mais parece um menino zangado que dá e porque foi decepcionado retira o que deu. Murdock cita Sansão como exemplo. Deus havia dado a ele uma unção, mas Sansão quis Dalila, aí Deus retira o poder de Sansão. O texto nos fala do pecado de Sanção ao quebrar o voto do nazireado e nunca essa lei imposta por Murdock. Tudo para tal pregado são leis espirituais. Se forem praticadas tudo ire bem, mas se forem quebradas o mal será descarregado em nós. Mais parece com o livro o Segredo. Exatamente o mesmo princípio.

3 – Murdock disse: “A única coisa que cria o favor de Deus é a obediência”.

Nunca vi tanto besteirol como nessa afirmação. Se for favor, Graça, então não é por atitude humana. O próprio termo favor ou Graça exclui a participação do homem, pois, Graça é o favor de Deus que nós não merecemos e nem fizemos por merecer. Mas para o grande sábio Murdock o favor de Deus é recebido quando obedecemos e acredito que assim diz para fortificar sua palavra que ele é profeta de Deus. O ensino da Graça soberana não nos empurra para a total passividade, mas nos lembra que Deus é a fonte de tudo, que a Sua graça deveria estar longe de nós, apesar de tudo que pudessemos fazer, mas Ele atua em minha vida e ai eu sou capacitado a fazer.

4 – Outra pérola: “Você deve semear a expectativa de uma semente”. Tal afirmação faz coro com o famigerado ensino do Dízimo Profético. Esse ensino diz que devemos dar o Dízimo Profético, ou seja, devemos dizimar a quantia que esperamos receber 10 vezes mais. Entrego o dízimo antecipadamente sobre a quantia que quero ganhar. Ensino profano e mundano. Chega às raias da obscenidade. A prova disso é que no final do programa Murdock pede para as pessoas ligarem e se comprometerem com a oferta mesmo que não tenham dinheiro. Pede para as pessoas se comprometerem que ofertarão assim que Deus lhes abençoar. Pede para que ofertem daquele dinheiro que está reservado para um carro novo, uma viagem ou mesmo uma imprevisibilidade na vida. No fundo ele pede que ofertem de qualquer maneira, ou seja, não quer saber de onde virá o dinheiro, ele quer é o dinheiro. Acredito que centenas de pessoas contrairão empréstimos para ofertar. Muitos deixarão de realizar algo importante para suas famílias e ofertarão.

5 - Murdock orou para liberar três milagres sobre os contribuintes.

1º milagre – Salvação de todos os familiares de todos os contribuintes em 12 meses.

2º milagre – Deus restituirá 7 vezes mais tudo aquilo que o Satanás levou.

3º milagre – Alguém demonstrará favor financeiro para cada contribuinte.

Analisemos os 03 milagres prometidos:

1º milagre: Salvação de todos os familiares de todos os contribuintes em 12 meses.

Ninguém pode garantir a salvação de ninguém, pois, a salvação vem de Deus e é obra de Deus. Sabemos que nem todos os seres humanos serão salvos, pois, Deus tem os seus eleitos e somente os tais serão salvos. Tal afirmação caminha para o Universalismo, doutrina que ensina que todos serão salvos, pois, Cristo morreu por todos. Logo ninguém se perderá. Sendo assim tudo fica mais fácil, pois, basta esperarmos para vê-los salvos. A salvação exige a responsabilidade do homem e está nunca será deixada de lado. O homem precisa responder ao sacrifício de Cristo e isso ele somente o faz quando é regenerado pela graça mediante a fé.

Agora, afirmar que porque alguém ofertou R$ 1.000,00 no ministério X salvação chegará a toda sua família no prazo de 12 meses é algo estranho à Bíblia e mentiroso. É um engodo dos mais terríveis. Salvação nunca foi e nunca será vinculada a oferta financeira, mas somente à Graça de Deus. Por isso, os reformadores cunharam uma das máximas da Reforma: SOLA GRATIA.

Está é a mesma mentira proclamada por M. Cerullo em agosto de 2009 no mesmo programa. Naquela ocasião quem desse uma oferta de R$ 900,00 receberia salvação em sua família. Nesse ponto Malafaia é coerente, pois, só trouxe ao Brasil profetas da mesma extirpe. Todos proclamando as mesmas asneiras.

2º milagres: Deus restituirá 7 vezes mais tudo aquilo que o Satanás levou.

Quem é M. Murdock para afirmar o que Deus fará esta restituição? Será que é tão intimo de Deus a ponto de saber tais segredos da Divindade? Pense um pouco: Por que não 70 vezes mais? Por que não 700 vezes mais? Para quem pensa tão grande como Murdock 7 constitui-se em um número muito pequeno, não acha? Qual o prazo dessa restituição?

Tal afirmação de Murdock deixa Deus à mercê do Diabo. Como se Satanás fizesse o que bem entende sem prestar satisfação para ninguém. Não entendo essa mania ou ensino idiota de atribuir nossos fracassos a Satanás. Tudo o que deu errado foi o Diabo. Isso tira a responsabilidade do homem e transfere para o mundo espiritual. Ai vem alguém especial e promete que por R$ 1.000,00 que tudo voltará 7 vezes mais. Acho engraçado isso, pois, a Bíblia nos diz que Deus retribuiu a Jó 2 vezes. Muito esquisito isso!

Agora fica a pergunta: O que foi que Satanás levou? Ou o que foi perdi por causa dos meus pecados e erros de avaliação? Ou onde entra nisso tudo a Soberania de Deus?

3º - Alguém demonstrará favor financeiro para cada contribuinte.

Parece-me que alguém aparecerá do nada e dará dinheiro e resolverá todos os problemas instantaneamente. Que coisa ridícula e descabida.

O que achei mais lindo nisso tudo foi a garantia que o ofertante receberia um exemplar do novo livro de M. Murdock e um belíssimo certificado de participante do seleto grupo que quer ganhar um milhão de almas. Algo subsidiado por princípios de marketing. Acredito que centenas de cristãos colocarão o tal certificado em seus escritórios, salas de jantar ou mesmo nas cabeceiras de suas camas e se sentirão realizados e orgulhosos do que fizeram. Que pena!

Terminando Mudorck profetizou que Deus estava revelando a ele que havia uma pessoa que estava precisando de um milagre financeiro, pois, tal pessoa passa por grande crise, então deveria plantar uma semente dos seus negócios, ou seja, dizimar sobre valores arrecadados em sua empresa. Que profecia esdrúxula! Que profecia caquética! Que profetada! Observe a afirmação: Existe uma pessoa que está passando por sérios problemas... Fiquei a me perguntar: Qual pessoa? Quantos entenderão que a tal profecia diz respeito a eles? Acredito que milhares. Não houve nome de ninguém. Não houve indicação dos negócios desta pessoa. Nada específico, somente o geral. Isso contraria a Palavra de Deus que nos diz que quando o Espírito Santo falou Ananias sobre Paulo, Ele disse quem era a pessoa, como se encontrava, na casa de quem se encontrava e o nome da rua onde tal casa se localizava. Isso é profecia. Inquestionável. Ágabo profetizou utilizando o cinto de Paulo, ou seja, identificou a pessoa e mostrou o que aconteceria e Paulo recebeu tal profecia, creu nela e não se intimidou ou abalou diante dela, mas confiantemente disse que estava pronto não somente a viver, mas também a morrer por Cristo.

Logo depois o grande profeta Murdock profetizou que Deus levaria ao sucesso 12 pessoas e que era para que tais pessoas ofertassem os R$ 1.000,00. Embasou o número 12 nos números dos 12 apóstolos, nas 12 tribos de Israel e nas 12 portas da Nova Jesuralém. Estas 12 pessoas deveriam oferta 12 sementes de R$ 1.000,00 durante os próximos 12 meses. Estas 12 pessoas são sementes extras. São 12 negócios que terão favor sobrenatural de Deus.

JÁ VIMOS ESTE FILME EM AGOSTO DE 2009. CERULLO EMBASOU ASSIM SEUS R$900,00: O PORQUE DOS R$ 900,00 É POR ESTARMOS EM 2009 E NOVE É NÚMERO DE COMPLETUDE. 2008 ERA O ANO DE DO INÍCIO E 2009 ANO DE SER COMPLETO.

No final do apelo Murdoch disse assim: “Quanto mais rápido a semente entrar no solo, mais rápido você verá o seu crescimento.

Lembrou o grande enviado Papa Leão X Johann Tetzel. Padre dominicano que foi encarregado pelo papa para vender indulgências na Alemanha no tempo de Lutero. Tetzel tinha uma máxima: “Tão logo a moeda no cofre ressoa, a alma sai do purgatório.” Parece muito com a esta palavra de Murdock, não parece? Refiro-me a rapidez dos resultados.

O que muito me estranha é não ver nenhum tipo de censura por parte da denominação pertencente tais pastores. Que pena!O que me estranha também é não existir ninguém com penetração na mídia para questionar essas coisas. Mesmo as denominações tidas como históricas, aquelas que estão na mídia, têm se calado concordando assim com essa orgia gospel.

Creio que ainda restam os 7000 que não dobraram seus joelhos a Baal.

Soli Deo Glória

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

01 abril 2010

A VERGONHA

Imagem: Reprodução

Luis Fernando Veríssimo

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é arealidade em busca do IBOPE.

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Se entendi corretamente as apresentações, são 15 os “animais” do “zoológico”: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a “não sou piranha mas não sou santa”, o modelo Mr. Maringá, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar (essa é para acabar!!!).

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível.Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, daética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossosexemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções comdedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados.

Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.

Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).

Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outroestímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores )

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.

Obs.: Este texto foi atribuído a Luis Fernando Veríssímo. Não foi possível averiguar a originalidade.

Fonte: paoeprosa.wordpress.com

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza