28 fevereiro 2010

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2010 E A IGREJA EVANGÉLICA

A Campanha da Fraternidade para 2010 trata de um tema altamente explosivo “Uma economia para vida”. A busca por uma economia que privilegia a vida, a sociedade e o ecossistema é muito bem vindo. Numa hora em que a sociedade mundial sofre abalos sísmicos financeiros em toda parte, vale refletir sobre o porque de uma vida centrada no dinheiro. Quando o Senhor Jesus disse que não poderíamos servir a Deus e a Mamon é porque Mamon teria poder e atuação como se fosse um deus. Temos vivido a face negra de Mamon em nossos dias quando por mais capital que se gere grande parte é capital improdutivo e especulativo. O montante de capital que circula o planeta em busca de melhores oportunidades de lucro é algo descomunal varia entre muitos trilhões de dólares. Basta um click de computador e bilhões de dólares são transferidos de continentes e países entram em pânico devido à saída de capital. Uma economia que privilegia extremamente o lucro em detrimento da ecologia é algo devastador no médio e longo prazo e estamos vivendo isso de modo aterrador em nossos dias, haja vista, a desastrosa conferencia de Copenhague em 2009. Precisamos falar de Eco-nomia, uma economia integrada à ecologia, pois, do contrário não teremos mais planeta nem condições para gastarmos os lucros obtidos com os negócios. O grande problema com ecologia é que o homem foi educado a ser o outro em relação ao ecossistema. Ele se vê fora do meio em que vive e utiliza de tudo o que tem, sabe e pode para destruir, poluir e degradar o meio ambiente, como se o planeta se auto-recuperasse automaticamente. Essa é a face negra de Mamon. Mamon tem poder de escravizar, deturpar e condenar o homem.

Mas por outro lado, vejo essa Campanha para 2010 como uma cutucada direta ao modelo adotado pelos neo-pentecostais em suas igrejas, onde Mamon é visto como um ajudador e solucionador de problemas. Vejo como uma provocação (sadia por sinal) que Mamon não pode imperar no seio da igreja. Estamos cansados de promessas descabidas, desequilibradas e frontalmente contra a Palavra de Deus. Outro dia um tele-evangelista praticamente garantiu que quem ofertasse em seu ministério, naquela semana, Deus daria 100 vezes mais até o final do ano. ABSURDO, ABSURDO E ABSURDO. Isso foi algo orgíaco, indecente e imoral. Para muitos pregadores o Deus da Bíblia anda de braços dados com Mamon. São diametralmente opostos. Deus não é Deus de dinheiro e muito menos teve em seu plano redentor essa blasfema proposta de enriquecimento rápido apregoada por esses pregadores neo-pentecostais. Mamon entrou de vez no seio da igreja. Agora a moda é grandes ministérios terem aviões etc. isso fere o conceito cristão sobre mordomia dos bens. Ao invés de buscar o Reino de Deus em primeiro lugar, estão buscando as outras coisas em primeiro lugar para que o Reino lhes seja acrescentado.

Chega o momento em que precisamos destronar Mamon e entronizarmos a Cristo como Senhor da igreja, de nossas vidas e consciências. Chega o momento e já chegou em que as pedras estão clamando em alto e bom tom. Isso é vergonha para a igreja evangélica brasileira.

Grande parte da igreja se vê refém de Mamon porque os pregadores tornaram-se bocas de Mamon ao invés de serem bocas de Deus. Realmente Mamon tem poder de escravizar.

Mamon tem poder de deturpar. Tem deturpado grande parte da mensagem do Evangelho de Cristo. Para muitos Cristo morreu na cruz para gerar fortunas descomunais para muitos. Não foi esse o propósito da Cruz. Isso não estava incluído no plano eterno de Deus em relação ao homem. Não quero afirmar que Deus não possa abençoar o homem em todas as áreas, mas levar tudo para isso é deturpação extrema da vontade de Deus. Mamon deturpou tanto a mensagem do Evangelho, pois, não ouvimos mais pregadores falarem sobre o desastre do pecado, arrependimento e maravilhosa graça de Deus em Cristo demonstrada na Cruz.

Não, não existem tais mensagens hoje em dia. Isso não é bem vindo em nosso meio. O homem não precisa de arrependimento e vida nova, precisa sim é de dinheiro e isso se torna em mostra de como Deus opera a seu favor. A sociedade não precisa dessa mensagem materialista e capitalista. Não precisa de conceitos puramente de auto-ajuda para se equilibrar. Precisa sim de uma mensagem candente onde o pecado é mostrado abertamente juntamente com suas desgraças e da maravilhosa mensagem da Cruz que transforma o homem de mercenário, idólatra e inimigo de Deus em filho do altíssimo.

Mamon condena sim. Condena o homem a uma subvida onde nada mais tem a buscar senão somente o poder que o dinheiro pode dar. Jesus Cristo veio sem aparência e transformou. Veio sem dinheiro e riquezas mas enriqueceu a muitos. Mamon tem condenado grande parte da igreja ao desprezo, à vergonha e a inocuidade. Disse o Senhor Jesus: “Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?”

Quando estivermos diante do Senhor e formos medidos por Ele, Ele não passará sua fita métrica em torno dos nossos bolsos, mas o fará em torno de nossos corações. O que valerá no final não será o montante financeiro ou de bens alcançados, mas o montante de consagração dedicada ao Senhor.

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

23 fevereiro 2010

PROFECIA PARA OS PREGADORES DA AMÉRICA (E DO BRASIL)

E se essa profecia se cumprir? O que aconteceria com a igreja brasileira e alguns ministérios tão propalados?

Cindy de Ville
Tradução: João A. de Souza Filho

O juízo de Deus está chegando aos púlpitos da América.

"O Senhor diz:

O zelo da minha casa me consome, diz o Espírito de Deus! O amor por meu povo toma conta de todo meu ser. Portanto, começarei; sim, começarei, diz o Espírito, a limpar a minha casa. Vou trazer juízo. Vou subir nos púlpitos da América! Meu temor atingirá a todos os que se dizem possuidores dos cinco ministérios, e muitos se envergonharão do que farei com eles.

Os apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres sentirão o meu juízo. Os que falam em meu nome e têm pecados escondidos, verão o que farei por eles, repentinamente. Os que pensam que podem continuar a viver em pecado, em serem meus porta-vozes, pisando nos lugares santos, usando a máscara do engano, verão o meu juízo! Agirei como um terremoto, e sacudirei a todos!

Não tolerarei mais o pecado. Chega, chega! Diz o Espírito do Senhor. Porque entrarei no meu templo com grande ruído. Minha casa voltará a sentir o temor e o tremor, porque confrontarei e removerei os pecados dos que usam os púlpitos para pregar. Alguns servirão de exemplos para os demais, como o foram Ananias e Safira. Tudo o que pode ser sacudido, tremerá! Porque terei uma nação santa, um povo separado. Terei uma igreja gloriosa, e afastarei tudo e todos os que se interporem em meu caminho. Este é um novo tempo.

Você clama e diz: Misericórdia, misericórdia, graça e graça, pensando que eu perdoarei o seu pecado oculto para que você continue a viver em rebelião! Não mais terei misericórdia! Suas lindas palavras não têm valor algum diante de mim; porque estou vendo suas obras!

Vocês têm pisoteado a minha graça, zombam de minha misericórdia, ensinam essas coisas ao povo e este vem envergonhando o meu nome. Agora, o meu povo acha que não faz mal pecar. Vocês abriram a porta de meu santuário e o infectaram de pecado. Fizeram de minha casa, a igreja, uma desgraça. O pecado está destruindo meu povo, minha igreja e destruindo sua nação.

Estou cheio de vocês! Não os agüento mais! Agora, é sem misericórdia e sem graça, porque vocês se achegam à minha presença com seus lábios, mas seus corações estão longe de mim. Não percebem que eu vejo tudo? Vocês não podem me enganar como enganam o meu povo, porque sou o Senhor e vou tratar com vocês.

Santo eu sou e meu santuário é santo, e terei um povo santo que carregará sobre ele minha glória. Serão povo santo para mim, portanto removerei tudo o que é impuro. Eu levanto e eu derrubo. Removerei o apóstolo, o profeta, o pastor, o mestre e o evangelista do meu púlpito, porque esses que se dizem ter os cinco ministérios estão violentando minha casa, a igreja.

Chega! Diz o Senhor. Meu juízo virá sobre os púlpitos da América. Julgarei, purificarei e limparei. O que eu vejo vocês fazerem em segredo, revelarei em público. Exporei ao povo os seus pecados.

Vocês enganam o meu povo, mas não a mim, diz o Espírito de Deus, porque vejo todas as coisas. Tenho visto o que vocês fazem a portas fechadas, e lhes digo: Chega! Porque o juízo está às portas. Já chegou!

Essas não são meras palavras. Fiquem atentos ao que lhes digo. Minha palavra se cumprirá e vocês passarão a me temer novamente. Estou chegando para tratar com os pecados da América; estou chegando para tratar com todos vocês.

Portanto, advirto: Não subam no púlpito com pecados ocultos, porque vocês poderão não viver no dia seguinte. Farei do meu jeito, diz o Espírito de Graça. Isto não é um jogo! Toda a terra conhecerá o meu nome!" Extraído de www.revivalschool.com

Este texto foi extraído do site do Pr. João A. de Souza Filho - http://www.pastorjoao.com.br

Recomendo a visita a este site e a leitura dos artigos postado pelo colega Pr. João A. de Souza

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

19 fevereiro 2010

ESPOSA DE BENNY HINN PEDE DIVÓRCIO

Benny Hinn
Por GILLIAN Flaco, e Associated Press Gillian Flaco, e Associated Press - Thu 18 de fevereiro, 9:22 pm ET

ORANGE, Calif. – The wife of televangelist Benny Hinn has filed for divorce from the high-profile pastor, whose reputation as an advocate of prosperity gospel has attracted millions of followers and criticism from lawmakers and watchdog groups over his lavish lifestyle. ORANGE, Califórnia - A esposa do tele-evangelista Benny Hinn pediu o divórcio do pastor de alto perfil, cuja reputação como um dos maiores defensores do evangelho da prosperidade tem atraído milhares de seguidores e críticas de legisladores e grupos de vigilância sobre o seu estilo de vida luxuoso.

Suzanne Hinn filed the papers in Orange County Superior Court on Feb. 1, citing irreconcilable differences , after more than 30 years of marriage. Suzanne Hinn protocolou os documentos em Orange County Superior Tribunal de Justiça em 1º fevereiro , citando diferenças irreconciliáveis, após mais de 30 anos de casamento. The papers note the two separated on Jan. 26 and that Hinn has been living in Dana Point, a wealthy coastal community in southern Orange County . Os documentos dão conta que os dois se separaram em 26 de janeiro e que Hinn tem vivido em Dana Point, uma comunidade costeira e rica no sul de Orange County.

" Pastor Benny Hinn and his immediate family were shocked and saddened to learn of this news without any previous notice," Benny Hinn Ministries said Thursday in a statement. "Pastor Benny Hinn e seus familiares imediatos ficaram chocados e entristecidos em saber desta notícia sem qualquer aviso prévio", Benny Hinn Ministries nesta quinta-feira em um comunicado disse: "Although Pastor Hinn has faithfully endeavored to bring healing to their relationship, those efforts failed and were met with the petition for divorce that was filed without notice." "Embora o Pastor Hinn fielmente tenha se esforçado para trazer a cura para seu relacionamento, esses esforços falharam e foram recebidos com a petição de divórcio, que foi protocolado sem aviso prévio."

Hinn is one of the best known advocates of the prosperity gospel, which teaches that Christians who are right with God will be rewarded with wealth and health in this lifetime. Benny Hinn é um dos maiores defensores conhecidos do evangelho da prosperidade, que ensina que os cristãos que estão certos com Deus, serão recompensados com riquezas e saúde nesta vida.

His TV broadcasts on the Trinity Broadcast Network , a Pentecostal broadcasting juggernaut, and other TV networks are seen by millions of people around the world nearly every day. Suas transmissões de TV no Trinity Broadcast Network, um rolo compressor de radiodifusão Pentecostal, e outras redes de televisão são vistos por milhões de pessoas em todo o mundo quase todo dia. He travels the globe in his ministry's plane, named Dove One, holding events he calls "Miracle Crusades" that include spiritual healings. Ele viaja o mundo no avião do seu ministério, chamado One Dove, realizando eventos que ele chama de "Cruzadas de Milagres", que incluem curas espirituais.

Hinn has never fully publicly disclosed how he spends the money he raises, but his vast ministry is believed to be a multimillion-dollar operation. Hinn nunca divulgou plenamente e publicamente como ele gasta o dinheiro que levanta, mas acredita-se ser uma operação multimilionária. There was no mention of finances in the court filing, which listed three recent Southern California addresses for the family. Não houve menção de finanças no processo judicial, que listou três últimos endereços do sul da Califórnia para a família.

Over the years, Hinn has been the target of intense criticism from fellow Christians and watchdog groups who call his teachings false and accuse him of raising money only to enrich himself. Ao longo dos anos, Hinn tem sido alvo de intensas críticas de companheiros cristãos e grupos de vigilância que chamam os seus ensinamentos de falsos e acusam-no de levantar o dinheiro apenas para enriquecimento próprio.

He is one of six televangelists under investigation by Sen. Ele é um dos seis tele-evangelistas sob investigação pelo senador Charles Grassley , the Iowa Republican on the Senate Banking Committee, over whether he complied with IRS rules for nonprofits. Charles Grassley, republicano de Iowa no Comitê Bancário do Senado, sobre se ele cumpriu com as regras do IRS para instituições sem fins lucrativos. Hinn has said on his Web site that external auditors ensure his compliance with IRS regulations and that in 2008, 88 percent of the money he collected was spent on ministry. Hinn afirmou em seu site que os auditores externos asseguraram sua conformidade com os regulamentos do IRS e que, em 2008, 88 por cento do dinheiro arracadado foi gasto no ministério.

Benny Hinn Ministries is based in Grapevine, Texas , and operates a church and television studio in Aliso Viejo in California's Orange County , according to its Web site. Benny Hinn Ministries é baseado em Grapevine, Texas, e opera uma igreja e um estúdio de televisão em Aliso Viejo, em Orange County da Califórnia, de acordo com seu site.

Sorrell Trope, the attorney with the law firm representing Suzanne Hinn, did not return a call for comment. Sorrell Trope, o advogado do escritório de advocacia que representa Suzanne Hinn, não retornou uma chamada para o comentário. A woman at his office said the firm does not comment on divorce filings without the client's approval. Uma mulher em seu gabinete disse que a empresa não comenta sobre pedidos de divórcio sem a aprovação do cliente.

J. Lee Grady, contributing editor of Charisma, a news magazine on the Pentecostal community, said Hinn's divorce is the latest in a string of high-profile ministry divorces and moral failures among the Pentecostal leaders, beginning with Ted Haggard's fall from grace in 2006. J. Lee Grady, editor da Carisma, uma revista de notícias sobre a comunidade pentecostal, disse que o divórcio de Benny Hinn é o último de uma série de de divórcios de ministérios de alto perfil e falhas morais entre os líderes pentecostais, começando com a queda de Ted Haggard, de graça em 2006 .

Haggard, who is married and has five children, admitted to receiving a massage from a male prostitute and buying drugs from him, but denied allegations he paid the man for sex. Haggard, que é casado e tem cinco filhos, admitiu a receber uma massagem de um prostituto e compra de drogas com ele, mas negou as acusações de que pagou o homem para o sexo.

Grady said in an e-mail Thursday that Hinn's followers will want an explanation for the divorce because of the high profile the couple had. Grady disse em um e-mail quinta-feira que os seguidores de Hinn vão querer uma explicação para o divórcio por causa da visibilidade que o casal tinha.

"It will be devastating to the people who have supported Benny Hinn's evangelistic work around the world," Grady said. "Vai ser devastador para as pessoas que têm apoiado o trabalho evangelístico de Benny Hinn em todo o mundo", disse Grady.

"Obviously because their ministry has been very public, they will need to issue a statement to their supporters to explain how this happened," he said. "Obviamente, porque o seu ministério tem sido muito público, eles terão que emitir um comunicado aos seus colaboradores para explicar como isso aconteceu", disse ele.

____ ____

Associated Press Religion Writer Rachel Zoll in New York contributed to this report. Associated Press Writer Religião Rachel Zoll, em Nova York contribuiu a este relatório.

Soli Deo Glória.

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

15 fevereiro 2010

CAIO FÁBIO FALA SOBRE SUA QUEDA



Escutei este áudio até o fim. Se a originalidade do mesmo for verdadeira então gostaria de tecer alguns comentários. Esclareço que não tenho qualquer tipo de relação com o pr. Caio Fábio. Apesar de ter assumido sua opção pelo relativismo nos anos 90, do século passado, ainda o vejo como uma pessoa muito inteligente e de amplo espectro de visão. Seu conteúdo mental não foi comprometido por sua experiência relativista. Experiência relativista foi a designação dada por ele em relação ao seu caso extra conjugal.

Nesta fala que está na internet algumas coisas me chamaram a atenção, dentre elas:

1 – Parece-me que para Caio Fábio sua queda não foi uma tragédia para si mesmo. Foi uma tragédia para aqueles que o endeusaram, o destacaram como representante dos evangélicos e para a grande massa de crentes da igreja brasileira. Para Caio Fábio, segundo a gravação, a tragédia foi para aqueles que o tinham como um ícone. Vejo a tendência de todo homem em transferir seus próprios pecados para outrem. Foi como Adão quando disse a Deus que a culpada era a mulher que havia recebido do Senhor. Essa síndrome adâmica permanece com o homem até o fim. A tragédia, antes de ser coletiva, é individual sim. Tragédia por ter desonrado a Deus. Tragédia por ter desonrado o chamado para o ministério. Tragédia por ter jogado o nome de Cristo na lama. Tragédia sim por ter feito o povo de Deus acreditar que ele poderia ser uma voz que clamaria no deserto e não o foi. Tragédia para aqueles que formavam sua família. Ninguém fala sobre sua ex-mulher. Talvez ela não importe tanto assim. Ninguém foi culpado pelas decisões tomadas por ele. Ninguém o incentivou a buscar nos braços alheios alivio para as tensões da vida. Quando somos colocados em posições de destaques precisamos lembrar que juntamente com os destaques vem responsabilidade pela integridade, submissão e coragem para dizer não. A igreja perdeu um ícone sim, mas essa perda antes de engrandecê-la a apequenou, a tornou mais desacreditada e vendida. A perda deste ícone causou estranheza sim.

2 – Ao escutar esta gravação fiquei com a sensação que a culpa é totalmente dos cristãos. Foram eles os responsáveis pela catástrofe ocorrida com Caio Fábio. Mas vale lembrar que esses mesmos cristãos foram levados por ele para viagens a Israel, para compra de milhares de livros, para lotar dezenas de ambientes de seminários, conferencias, congressos etc. e isso trouxe sim maior visibilidade para ele. Sem esses que foram responsáveis pela sua queda talvez ele nunca tivesse se destacado tanto. Esses que o derrubaram inverteram milhões de dólares para ajudar bancar seus projetos de esperança, canal de televisão, revistas etc. Realmente foram os cristãos dadivosos que o arruinaram e não o pecado. Foram os cristãos ávidos por uma liderança coerente que o derrubaram e não a hediondez do pecado. Pecado não conta, não vale e não deve ser assumido. Foram eles sim. Talvez a culpa tenha sido em parte nossa por não termos orado mais por ele, por não termos dito as verdades necessárias nas horas corretas e nem tê-lo desanimado para a empreitada pecaminosa. Talvez precisemos assumir a meia culpa sim por não ter havido profeta do Senhor para dizer-lhe “Tu és o homem”, como Samuel disse a Davi.

3 – Reconheço que quando o homem é destacado recebe uma carga maior de pressão em todos os sentidos. Isso ocorre no mundo empresarial. Sei que se não se cercar de conselheiros sábios talvez a sua estrutura não agüente. Na gravação Caio Fábio diz que caiu quando estava nos píncaros da glória com o mundo aos seus pés. Quando era assediado por várias mídias e poderes. Isso realmente tem poder de derrubar qualquer pessoa. Mas se Deus o conduziu até lá e permitiu sua ascensão temos que concluir que também lhe concederia graça para tal hora. Deus nunca permitiria sem dar suporte. Mas o Senhor Jesus também teve suas provas e se baseou na Palavra e somente nela. A queda de Caio Fábio se deu não quando era açodado pelos poderes e mídias, mas quando acolheu o pecado em seu coração e como Tiago nos diz:" Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte".

4 – A sensação que fica é que Caio Fábio foi a vítima do sistema e que nada tem haver com isso. Estava no lugar errado, na hora errada junto com pessoas erradas. Parece-me que ele está dizendo que: “foram vocês que me derrubaram e me forçaram a estar onde não queria”.

Para mim a grande verdade é que não teve estrutura para suportar as tensões inerentes aos caminhos trilhados. Esqueceu-se do altíssimo preço que se paga quando a fama chega. Esqueceu-se que quando somos levados ao pináculo do templo encontraremos não somente a belíssima visão panorâmica, a sensação de grandeza e de não limite, mas também encontraremos a face negra e hedionda de Satanás a nos insinuar: “haverá anjos que guardarão seus pés”. Caio foi vitima sim, mas também foi carrasco. “matou ou empobreceu a fé de muitos”.

5 – Caio fala que está intoxicado de crente e gente. Mas desde quando pastor não tem como “matéria prima” gente? É para esta gente que intoxica que os pastores foram chamados a levar a Palavra de Deus. É para esta gente que intoxica que se vendem livros e viagens para a terra santa. É para essa gente que intoxica que os congressos foram feitos. Gente cansa realmente. Gente causa estresse sim, mas quando a coisa fica nervosa é melhor se retirar por um tempo e resgatar a integridade pessoal para que tudo volte à normalidade e não achar aconchego nos braços do pecado.

6 – Por fim não ouvi, em nenhum momento, um choro de arrependimento, um pedido de perdão e uma lamentação pelo estrago perpetrado. Antes ouvi um dizer estranho sobre cair para cima, cair para graça. Cair em pecado nunca nos empurra para graça. Rom. 6:1-2 “Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?” Cair sempre é para baixo. Parece-me que Caio afirma que o pecado foi bom para libertá-lo de várias prisões, cacoetes e imposições. Ele afirma que deixaria de representar pessoas para ser embaixador de Cristo e dizer ao mundo a mensagem do Evangelho. Mas qual mensagem ele vai apresentar depois que desonrou a Cristo? Com qual autoridade de embaixador ele falará? O apóstolo Paulo sofreu pressões infinitamente maiores que Caio sofreu e se comportou de modo diferente: “Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado”. I Cor. 9:27. O apóstolo Paulo dizia que Deus o transformava de glória em glória “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”. II Cor. 3:18.

Charles Haddon Spurgeon dizia: "que para se reconduzir ao ministério um pastor que caiu em pecado necessário se faz que seu arrependimento seja tão grande e gritante como o pecado que o fez cair". citei de memória.

Não pretendi julgar ninguém. Apenas expressei o que entendi e talvez tenha entendido errado ou equivocadamente. Espero que seja isso. Também não pude deixar de sentir um pouco a dor de Caio Fábio, sua angústia. Acredito que no fundo as coisas sejam claras para ele.

Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe não caia.

Soli Deo Glória

Pr. Luiz Fernando R. de Souza

10 fevereiro 2010

PRECISAMOS VOLTAR PARA A PALAVRA


http://www.youtube.com/watch?v=sQhuVEb7wIE
Este vídeo do pastor David Wilkerson pregando em uma igreja na Rússia me levou a ponderar algumas coisas:
1. Que a obra do Espírito Santo na vida do cristão não o tira do equilíbrio, nem o faz ter reações exóticas como uivar como lobo, rastejar como cobra, rir sem parar etc.
2. Que as tão faladas unções do Espírito nada têm a ver com a unção para testemunhar o evangelho salvador do Senhor Jesus Cristo.
3. Que o Espírito Santo me faz ter misericórdia de quem precisa de misericórdia.
4. Que a obra do Espírito Santo tem a ver com o convencimento do pecado, da justiça e do juízo ou julgamento.
5. Que não existem novas revelações a serem dadas aos cristãos que choquem com a Palavra.
6. Que as unções de prosperidade propagadas pelos famigerados pregados da Teologia da Prosperidade fazem mais mal do que bem. Quem são embustes deflagrados sobre o povo de Deus visando tão somente o enriquecimento pessoal.
7. Que encher os bolsos dos pregadores, como aconteceu na Assembléia de Deus do Brás em São Paulo, e uma aberração. Que estes comportamentos exóticos somente denigrem a imagem do Evangelho e enfraquece o vigor da igreja, fazendo que a mesma se torne em escárnio para a sociedade.
8. Que desde que os neo-pentecostais entraram em cena, com suas orgias litúrgicas, onde somente se prega a prosperidade financeira em detrimento da salvação do individuo, a doutrina do dízimo vem sofrendo ataques estapafúrdios, como reação contra as aberrações praticadas pelos gananciosos.
9. Que o Espírito Santo veio revelar e exaltar o Senhor Jesus e nunca o homem.
10. Que os estragos perpetrados pelos vendilhões do templo já foram longe demais.
11. Que os cristãos precisam confessar seus pecados e confrontar abertamente esses comportamentos escandalosos em nosso meio.
12. Que as denominações históricas precisam alçar suas vozes e apontar o caminho de volta ao puro Evangelho.



Soli Deo Glória.


Pr. Luiz Fernando R. de Souza